Sala do Empreendedor é inaugurada e terá atendimento das 8h às 17h

A Prefeitura de Arujá segue reforçando os equipamentos públicos, desta vez na área do empreendedorismo. O atual governo desenvolveu uma ferramenta para auxiliar os empresários da cidade: a "Sala do Empreendedor", que foi inaugurada ontem (19) na própria Prefeitura, localizada na Rua José Basílio Alvarenga, 90, e funcionará no mesmo prédio da repartição pública, de segunda a sexta-feira, das 8h00 às 17h00.
“Na Sala do Empreendedor será possível fazer análises de viabilidade (estudo feito para analisar a proposta de empreendimento, tamanho de mercado, aceitação de um produto ou serviço, entre outras questões), além de atendimento a contadores e ao próprio contribuinte, bem como sobre abertura da empresa”, observou o servidor Marcelo Ribeiro, que atenderá no espaço.
“A nova iniciativa faz parte dos planos da gestão municipal”, afirmou o prefeito Dr. Camargo, que visa desburocratizar os serviços públicos, em especial o de abertura de empresas no município, tendo em vista que a Sala do Empreendedor funcionará como um canal entre o contribuinte, seja ele contador, empresário ou microempresário e os órgãos públicos. Na parte da manhã, o chefe do Executivo Municipal, acompanhado do secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, José Carlos Santos, os adjuntos da Pasta Flávia Sanches, Marco Medeiros e a diretora Givânia, prestigiaram a palestra da empreendedora Rosângela Manfredini sobre empreendedorismo feminino, ministrada na Câmara Municipal de Arujá.
Já na inauguração da Sala do Empreendedor, ocorrida à tarde na Prefeitura, estiveram presentes, além do prefeito Dr. Camargo, acompanhado da primeira-dama Clau Camargo, e do secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e sua equipe, o presidente da Câmara, Gabriel dos Santos, os vereadores João Luiz, Luiz Fernando, Paulinho Maiolino, Abelzinho, Divinei da Silva, Genilson Moto, Renan de Arujá e Uelton Almeida. Durante a entrega da Sala, que fica logo no hall de entrada da Prefeitura, o prefeito homenageou a comerciante Chafica Hassan Haraty, proprietária da loja Sofia Móveis, tradicional no município, que representou a todas as mulheres empreendedoras pelo Dia Internacional do Empreendedorismo Feminino. 
Estiveram presentes ainda o gerente regional do Sebrae, Sérgio Gromik, Alípio Ferreira da Associação Comercial e Empresarial (ACE), representantes de entidades como a Aecia Centro Industrial e CDL, secretários e servidores municipais.

Homenageada
Chafica Hassan Haraty, nascida no Líbano em 15/07/1955 (66 anos), mais conhecida como Sofia, por ser proprietária da loja Sofia Móveis há cerca de 40 anos, mora em Arujá desde 1973, é viúva de Chafic Abdalla Yaktini, que também era comerciante do ramo de móveis, com quem tem dois filhos: Fadi Chafic Yaktini, de 40 anos (advogado) e Chadi Chafic Yaktini, 32 anos (dentista). 
Ela veio para o Brasil, mais precisamente para Arujá, nos anos 70, quando o irmão dela, Armando, já tinha a loja de móveis desde 1968. Chafica chegou a ser cabeleireira, comercializar roupas e também gosta da culinária árabe, porém, fixou-se na loja com o irmão e esta ficou sendo de sua propriedade. Logo, os arujaenses passaram a chamá-la de Sofia, talvez desacostumados com a pronúncia de seu nome, de tal sorte que a loja, inicialmente estabelecida na Avenida dos Expedicionários, passou a ser conhecida como Sofia Móveis. Hoje, o comércio está localizado na Avenida João Manoel, 554, e é uma das mais tradicionais do segmento na cidade.
Chafica ou Sofia tem três irmãos (Armando, Harati e Juma), sendo que o terceiro também é comerciante em Itaquá e todos residem em Arujá. “Quando cheguei aqui havia poucos comércios. Lembro que tinha uma loja, uma quitanda, avícola e padaria e as principais vias comerciais eram a Avenidas dos Expedicionários e a Rua Major Benjamin Franco. Hoje o comércio cresceu bastante e se expandiu, mas Arujá continua aquela cidade aconchegante, com povo acolhedor, respeitador, onde todos se conhecem. Gosto muito daqui e o comércio sempre esteve presente na minha vida e na minha família. Costumo dizer que já nasci vendendo”, brinca.
A empreendedora lembra, com carinho, de que o prefeito Dr. Camargo sempre apoiou o comércio de Arujá e ressalta que agora, na pandemia, nunca foi tão necessário esse incentivo, das pessoas prestigiarem os comerciantes do município e comprarem na cidade, um ajudando o outro. “Lembro que o Camargo costumava comprar no meu comércio e falo isso não por considerá-lo um amigo ou por ele ser o prefeito. É que ele realmente sempre comprou no comércio de Arujá e já frequentava a minha loja há anos. Isso é muito importante pra gente”, comenta.
Nesta data em que se inaugura um equipamento tão fundamental para o empreendedorismo na cidade, Chafica diz estar lisonjeada com a homenagem pelo Dia Mundial do Empreendedorismo Feminino e por representar todas as mulheres empreendedoras de Arujá. “É muito gratificante ter esse reconhecimento, porque a gente passa por muitas dificuldades para se firmar no mercado e somos merecedoras, porque temos força, coragem e vencemos. Qualquer pedregulho pode ajudar a construir uma muralha e, ao contrário daquele ditado que diz: ‘atrás de um grande homem, sempre tem uma grande mulher’, eu digo: ‘não é atrás, mas é ao lado de um grande homem, que sempre há uma grande mulher’”.

COLUNISTAS

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

FOTOS

Techint cria jardins verticais e painel de grafite

4

Final da Gigantes da LAF 2021 acontece neste domingo

1

LAF promove jantar de confraternização para os clubes

2

Guia de Anunciantes