Conta de luz: evitar desperdício de energia pode ajudar a economizar no bolso

Uso eficiente dos eletrodomésticos pode adequar o consumo doméstico de energia

Atenta às determinações da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que anunciou alterações no valor da bandeira vermelha 2, a Neoenergia Elektro orienta os clientes ao uso consciente e evitar o desperdício de energia. Na prática, mudanças de hábitos no dia a dia, como manter lâmpadas desligadas quando não estiver no ambiente e retirar os aparelhos da tomada sempre que não estiver utilizando, podem fazer a diferença.
A economia de energia pode ser resultado de pequenos gestos como utilizar a luz e a ventilação natural nos cômodos sempre que possível, abrindo portas e janelas. Quando for escolher as lâmpadas, o consumidor deve preferir os modelos mais econômicos, que são as de LED, capazes de proporcionar uma economia de até 78% se comparada com as halógenas, que substituíram as incandescentes, e 40% em relação às fluorescentes compactas.
Ao comprar eletrodomésticos, a orientação da Neoenergia Elektro é optar pelos modelos mais eficientes, que apresentam o Selo Procel ou que tenham a classificação de consumo de energia “A” estabelecida pelo Inmetro. É importante comparar o consumo descrito na etiqueta, porque a variação de uma marca para outra pode ser de até 50% entre aparelhos com a mesma capacidade. 
No caso da geladeira, durante o uso, as principais dicas são: evitar deixar a porta aberta por mais tempo que o necessário e não colocar alimentos quentes dentro do refrigerador nem secar roupas e panos na parte de trás. Os refrigeradores duplex frost free de 342 litros são 50% mais econômicos que os side by side de 501 litros. A capacidade do refrigerador impacta no consumo de energia elétrica.
Quando usarem ar-condicionado e chuveiro elétrico, os clientes devem ficar atentos à temperatura. Para economizar no banho, podem passar menos tempo, desligar a torneira enquanto se ensaboam e deixar o chuveiro na posição “verão”, que consome até 30% menos de energia. Isso vale também para o ar-condicionado: quanto mais alta a temperatura do termostato, menor o consumo. Quando não estiver usando o ar-condicionado no inverno, por exemplo, é recomendado desligar no disjuntor do quadro geral de energia, pois o stand-by também consome energia. No ventilador de teto que tem três posições de velocidade – baixa, média e alta –, a posição média em alguns modelos economiza metade da energia gasta na alta.
Nas lavadoras de roupa, as que lavam e secam com abertura frontal, usando água quente, o consumo de energia pode triplicar em relação às que apenas lavam apenas com água fria. O modelo do ferro de passar roupas também faz muita diferença. O consumo dobra quando utilizamos o ferro a vapor em relação ao ferro a seco e, se utilizar vaporizador, esse consumo multiplica por seis vezes. Cabe ainda destacar que alguns ferros a vapor possuem um dispositivo de desligamento automático que atua após 15 minutos de inatividade (posição vertical), evitando o desperdício de energia e protegendo contra possíveis incêndios.

Pontos comerciais
A companhia disponibiliza mais informações, manuais e publicações sobre eficiência energética no aplicativo Publicações Neoenergia. 

O que é a bandeira tarifária?
No Brasil, a energia hidráulica representa quase 60% da matriz elétrica – ou seja, mais da metade da capacidade instalada vem da água. Isso quer dizer que, nos períodos de estiagem, como o atual, outras fontes precisam ser acionadas, principalmente a térmica, elevando o custo da energia.
Quando a geração nas hidrelétricas está em condições favoráveis de chuvas, não há aumento e a bandeira é verde. Porém, se houver a necessidade de utilizar mais outras fontes, podem ser acionadas as bandeiras: amarela e vermelha no patamar 1 ou no patamar 2. Com a manutenção da severidade para o regime hidrológico nas principais hidrográficas do Sistema Interligado Nacional (SIN), o Ministério das Minas e Energia (MME) e a Aneel decidiram criar a bandeira tarifária escassez hídrica, com valor maior do que as outras, que vai vigorar de setembro de 2021 a abril de 2022. Os consumidores podem consultar informações mais detalhadas sobre a bandeira tarifária no site da Aneel (www.aneel.gov.br).

COLUNISTAS

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

FOTOS

Secretaria de Desenvolvimento Econômico homenageou mulheres

3

Polo Arujá da Universidade Anhembi Morumbi torna-se modelo

2

Igreja Adventista do Sétimo Dia de Arujá entrega templo

4

Guia de Anunciantes