Anteprojeto quer garantir a distribuição de absorventes em escolas e equipamentos públicos

Proposta do vereador Vinícius Pateta visa combater a pobreza menstrual no município

Um anteprojeto aprovado em Plenário e encaminhado ao prefeito visa o fornecimento gratuito de absorventes higiênicos reutilizáveis em Centros de Referência da Assistência Social (CRAS), Unidades Básicas de Saúde (UBS) e escolas municipais de Arujá.
A Indicação de nº 1.686/2021 é de autoria do vereador Vinícius Henrique Alberto Bernardo (Rede), o Vinícius Pateta, e tem o intuito de combater a pobreza menstrual, um problema que atinge milhares de meninas e mulheres em situação de vulnerabilidade social.
De acordo com a justificativa do anteprojeto, sem acesso ao item higiênico, muitas jovens estudantes abandonam as escolas quando começam o período menstrual ou faltam às aulas, prejudicando o desempenho escolar e os estudos.
De acordo com um levantamento de 2018 da empresa detentora da marca Sempre Livre, 22 a cada 100 brasileiras entre 12 e 14 anos não têm acesso a absorventes. O mesmo levantamento observou que dentre as jovens de 15 a 17 anos 26% não têm condições financeiras para adquirir os itens de higiene.
Em Plenário, durante a Sessão Ordinária da última segunda-feira (2), o vereador agradeceu aos colegas pela aprovação da Propositura e se disse confiante de que o Executivo demonstraria sensibilidade reencaminhando a proposta ao Legislativo, em forma de projeto de lei, para então ser aprovada na Casa.

 

COLUNISTAS

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

FOTOS

EAMA retoma atividades com a realização da prova do Circuito

2

"Nossa Arujá e Projeto Saudade" exibe fotos da cidade

8

Prime Beef inaugura loja em Arujá

7

Guia de Anunciantes