Guararema decreta que quem escolher marca de vacina irá para o final da fila de vacinação

Objetivo é coibir a escolha de fabricantes de vacinas contra a Covid-19 por parte da população na hora da aplicação e permitir que aqueles que têm pressa para se vacinar não sejam

A Prefeitura de Guararema determinou que as pessoas que optarem em não se vacinar com imunizantes de determinados laboratórios irão para o final da fila de vacinação.
A decisão foi oficializada por meio do decreto 4057 de 8 de julho de 2021 e tem como principal objetivo coibir a escolha de fabricantes de vacinas contra a Covid-19 por parte da população na hora da aplicação e permitir que aqueles que têm pressa para se vacinar não sejam prejudicados.
A intenção da Administração Municipal é dar andamento à imunização no município, considerando que os chamados “sommeliers da vacina” tiram a possibilidade de outras pessoas se vacinarem.
“Os chamados sommeliers de vacina são um entrave no avanço da imunização em Guararema e todos os municípios”, explica a secretária municipal de Saúde, Adriana Martins. “Ao escolherem a vacina, essas pessoas acabam tirando a oportunidade de outros moradores se vacinar, já que essas doses não podem ser repassadas para outras faixas etárias e acabam ficando represadas em determinados grupos etários”, explica a titular da Pasta.
De acordo com o decreto, ao recusar tomar o imunizante, o morador terá que assinar um termo, confirmando que será vacinado após os outros grupos contemplados. Caso o munícipe se recuse a assinar o termo, duas testemunhas assinarão o documento dando ciência da condição de remanescente e oficializando a perda do direito à ordem cronológica da vacinação e a realocação para o final da fila.
Para a tomada de decisão, o prefeito Zé e a Secretaria Municipal de Saúde levaram em consideração a eficácia de todas as vacinas disponibilizadas no município, uma vez que os imunizantes contam com a aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Além disso, o decreto municipal considera que a desistência da vacinação causa “prejuízo severo” à imunização da população e ao combate sistêmico da Covid-19.

Moradores poderão justificar falta e receber a vacina
Para quem não conseguiu comparecer ao local de imunização por outro motivo, há como justificar a ausência e ter a possibilidade de receber a vacina ainda na sua faixa etária. Basta que estes compareçam à Central de Vacinação do Coronavírus, no bairro do Nogueira, com documento por escrito contendo a justificativa da falta. O documento será apresentado à Secretaria Municipal de Saúde que liberará um novo agendamento.

Especialistas repudiam escolha de vacina
Médicos e profissionais da Secretaria Municipal de Saúde de Guararema repudiam a prática dos “sommeliers da vacina”. A secretária Adriana reforça que “não há nenhum sentido em fazer a escolha do imunizante”.
“Não há dados científicos nem outros argumentos que justifiquem a escolha do fabricante das vacinas. Todos os imunizantes que estão sendo aplicados na população são seguros e têm eficácia comprovada”, explica. “A disponibilidade dos imunizantes é baixa e ter acesso às vacinas hoje ainda é difícil, o que torna ainda mais condenável a prática da escolha dos fabricantes”, completa.

COLUNISTAS

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

FOTOS

Secretaria de Desenvolvimento Econômico homenageou mulheres

3

Polo Arujá da Universidade Anhembi Morumbi torna-se modelo

2

Igreja Adventista do Sétimo Dia de Arujá entrega templo

4

Guia de Anunciantes