Edital da Artesp indica pedágio na Mogi-Dutra na ida e na volta

O Governo do Estado, por meio da Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) publicou ontem (14), em Diário Oficial, o edital para concorrência internacional da concessão de rodovias do Lote Litoral Paulista com previsão de investimentos de R$ 3 bilhões ao longo dos 30 anos de contrato de concessão. Só que, dentro do “pacote”, de acordo com o edital, estão previstas a instalação de cinco praças de pedágio, sendo que uma delas na SP-88, a conhecida Rodovia Mogi-Dutra. De acordo com o anexo 4 do documento, a P4 está prevista no km 40+ 767 sentido leste e no 41+627 sentido oeste.  
Segundo o Governo serão 222 quilômetros de malha rodoviária concedida para a prestação de serviços públicos de ampliação, operação, manutenção e realização de obras de infraestrutura no sistema rodoviário que contempla 12 municípios entre as cidades de Mogi das Cruzes, ainda no Planalto Paulista, até Pedro de Toledo, passando pelo Litoral Sul.

Câmaras fecham posição contra instalação
Presidentes das Câmaras Municipais do Alto Tietê reunidos em Mogi das Cruzes na última quinta-feira (13) fecharam posicionamento contrário à instalação de um pedágio na Rodovia Mogi-Dutra. A medida está em estudo pelo governo estadual através da Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp).
“A proposta de instalação de um pedágio na Mogi-Dutra é totalmente rejeitada pela nossa população que sofrerá penalização com uma cobrança indevida. Em decorrência dessa situação, estamos empenhados em dar voz à população e nos posicionarmos contra a instalação de um pedágio na Mogi-Dutra”, afirmaram em nota conjunta os presidentes dos Legislativos das cidades de Mogi das Cruzes, Biritiba Mirim, Itaquaquecetuba, Guararema, Salesópolis, Suzano e Arujá.

Covid-19
Os parlamentares também repudiaram a atitude de alguns municípios em relação ao Plano de Imunização contra a Covid-19. Segundo informaram pessoas de faixas etárias, já incluídas no esquema de vacinação do Estado, estão sendo orientadas a aguardar lotes remanescentes do imunizante.
Sobre esse assunto declararam: “Essa Frente pede que todos os municípios do Alto Tietê possibilitem a vacinação das faixas etárias superiores em conjunto com aquelas que são imunizadas no momento, o que vem sendo chamado de vacinação +, e se empenhem também em garantir a segunda dose a todos”.
Este foi o segundo encontro da Frente Legislativa Intermunicipal, que reúne presidentes das Câmaras Municipais da região para discutir assuntos de interesse comum.
A Câmara de Arujá foi representada pelo presidente, Gabriel dos Santos (PSD); pela vice-presidente da Casa, Cristiane Araújo Pedro de Oliveira (PSD), a Profª Cris do Barreto, e pelos 1º e 2º secretários da Mesa: Vinícius Henrique Alberto Bernardo (Rede), o Vinícius Pateta, e João Luiz Soares (PSD), respectivamente.  

COLUNISTAS

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

FOTOS

Plena Saúde apresenta nova estrutura de unidade 24h

6

Pernambucanas inaugura em Arujá trazendo ofertas e descontos

4

SAJ: o melhor da comida árabe agora no Alto Tietê

8

Guia de Anunciantes