Denúncia leva Polícia Civil a indiciar jovem por exercício ilegal da odontologia

Uma jovem de 25 anos foi indiciada e deverá ser investigada pela Polícia Civil de Arujá por exercício ilegal da odontologia. Uma denúncia feita ao Conselho Regional de Odontologia levou os policiais ao local na última quarta-feira (27). Vários equipamentos utilizados para os tratamentos odontológicos, como pinças, motor endodôntico, materiais descartáveis dentre outros objetos foram apreendidos.
Segundo a polícia, a investigada estaria atendendo pacientes em seu consultório e divulgando seus trabalhos através das redes sociais, se intitulando dentista. Ainda de acordo com os policiais, ao chegar ao local dos fatos, uma paciente aguardava atendimento com a suposta dentista. A moça teria informado ainda que já vinha fazendo tratamento há aproximados três meses. 
De acordo com os investigadores, ao ser indagada sobre o caso, a jovem teria confessado que não tinha concluído seu curso de odontologia. Diante dos fatos, ela foi conduzida à Delegacia de Polícia onde foram tomadas as providências cabíveis.

 

COLUNISTAS

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

FOTOS

EAMA retoma atividades com a realização da prova do Circuito

2

"Nossa Arujá e Projeto Saudade" exibe fotos da cidade

8

Prime Beef inaugura loja em Arujá

7

Guia de Anunciantes