Técnica de enfermagem é a primeira pessoa a ser vacinada contra Covid-19 em Arujá

Moradora do Parque Rodrigo Barreto, a técnica de enfermagem Elza Aparecida Bispo, de 53 anos, foi a primeira pessoa a receber vacina contra Covid-19 em Arujá, na manhã da última  quinta-feira (21). O prefeito Luis Camargo acompanhou o ato que deu início à Campanha de Vacinação no município.  A primeira dose da vacina foi aplicada pelo próprio secretário municipal de Saúde, Márcio Knoller, na profissional de saúde que trabalha na Maternidade Dalila Ferreira Barbosa, no setor de materiais. A vacinação teve início às 10h40.
Após a aplicação da vacina, tão aguardada em todo o País e que chegou ao município arujaense somente por volta das 9h19, o prefeito se pronunciou, enviando uma mensagem de otimismo e esperança para a população. “É uma satisfação grande de, enfim, podermos começar essa vacinação. É muito triste que a distribuição ainda seja nessa quantidade tão pequena, mas nosso desejo é que, brevemente, toda a população e, antes disso, todo o pessoal da Saúde, tenha essa oportunidade, porque vocês que estão nessa linha de frente têm que ser priorizados. Agradeço a todos vocês, que são anjos e salvam vidas e tudo o que pudermos fazer para viabilizar um trabalho melhor para vocês e para a população, nós vamos fazer”, assegurou o prefeito.
Dr. Camargo comentou ainda que vai continuar trabalhando, em conjunto com o Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat), para que mais doses cheguem o mais rápido possível para contemplar mais profissionais da Saúde e às demais categorias e, também, para os munícipes.
Knoller, secretário de Saúde do município, afirmou que, a princípio, serão utilizadas todas as 720 doses vindas do governo do Estado, que garantiu que em até 21 dias virão mais vacinas para a aplicação da segunda dose. “Nesse primeiro momento, vamos contemplar os profissionais da saúde com comorbidades e que estão na linha de frente (UTI, Pronto-Socorro e alguns setores dos postos de saúde), o que dará em torno de 642 trabalhadores, e iniciaremos a imunização em idosos das chamadas ILPs (Instituições de Longa Permanência). Já soubemos que algumas famílias não querem que apliquemos em alguns idosos, então, estamos montando um termo de recusa da aplicação para esses casos”, detalhou, acrescentando que há 78 idosos em três instituições.
Para a vacinação nos profissionais de saúde e, posteriormente, na população em geral, não há um termo de consentimento a ser seguido, mas apenas uma ficha em que é registrada a aplicação da primeira dose e que deverá ser preenchida também na hora da segunda aplicação. Vale frisar que quem não tomar a primeira dose, não poderá tomar a segunda.
Só após a vinda de mais vacinas é que a campanha será estendida, de acordo com os critérios estabelecidos pelos governos para a primeira fase, não havendo, portanto, uma data exata de quando a vacinação será realizada nos munícipes. O ginásio Habib Tannuri, que está preparado para receber as equipes da Secretaria Municipal de Saúde, que está responsável pela aplicação das doses, será utilizado para vacinar os idosos que se enquadram na etapa inicial da imunização e, depois, a população em geral, seguindo o calendário divulgado pelo governo.

Felicidade
A técnica de enfermagem Elza Aparecida Bispo, de 53 anos, casada, dois filhos, que é responsável pelo Centro de Material e Esterilização (CME) da Maternidade Dalila Ferreira Barbosa, era funcionária da limpeza quando resolveu estudar e entrar para o meio da saúde, anos atrás. 
Primeira moradora de Arujá a ser imunizada contra a Covid, ela descreveu como foi fazer parte desse momento histórico na cidade. “Essa pandemia, que foi um evento de proporções mundiais, teve muita gente que não se preocupou em se resguardar e evitar contaminar os seus familiares. E isso foi muito triste. Então, estou muito feliz e agradecida ao prefeito, secretário e aos colegas, pela vacina”, expôs Elza que reside no Parque Rodrigo Barreto há 14 anos.
A Secretaria Municipal da Saúde prossegue nos próximos dias com a vacinação nos profissionais da Saúde, de modo interno, e nas instituições que abrigam os idosos.

COLUNISTAS

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

FOTOS

Sicoob Credicapital: Cooperativa chega a Arujá

1

Transformar Guararema em uma “smart city” é uma das metas

1

Com unidades de atendimento 24 horas, Plena Saúde cresce

6

Guia de Anunciantes