Mogi-Dutra: DER descarta acesso viário, mas estuda possibilidade de implantação de travessias de pedestres

A colocação de guard rail (muretas) dividindo a Rodovia Mogi-Dutra (SP-88), que está em obras para duplicação, gerou uma série de manifestações de repúdio dos moradores do Jardim Via Dutra e adjacências. Segundo a população, os acessos aos respectivos bairros foram fechados obrigando quem  vem no sentido Arujá-Mogi das Cruzes a andar cerca de sete quilômetros (ida e volta) para pegar a rotatória do Condomínio Arujá Hills III para retornar.
Questionado sobre o assunto, o DER (Departamento de Estrada e Rodagem) disse que o projeto executivo para a modernização da Rodovia Mogi-Dutra foi aprovado em Audiência Pública realizada antes da contratação das obras. Ressaltou ainda que descarta a implantação de acesso viário ao Jardim Via Dutra, mas que vai estudar a possibilidade e implantação de  alternativas para melhorar a travessia de pedestres nos trechos afetados. “O bairro Jacarandás irá ganhar uma nova entrada e saída de moradores. Essas obras estão em andamento e, dentro do cronograma da modernização da SP-88, serão concluídas em breve”, ressaltou o DER em nota enviada ao jornal. 
Durante essa semana, moradores dos bairros afetados estiveram reunidos com representantes do DER para tentar resolver o problema. O assunto também foi discutido pelos vereadores em Sessão Ordinária realizada na última segunda-feira (30). 

 

COLUNISTAS

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

FOTOS

Possível instalação de pedágio na Mogi-Dutra

1

Imunização de idosos acima de 68 anos terá início sábado

0

Lucena participa da inauguração da DDM em Arujá

4

Guia de Anunciantes