Carta de agradecimento dos familiares de Luiz Alves

Queridos amigos, queremos agradecer a todos pelo grande amor que souberam dar ao nosso pai, Luiz Alves (Bananeiro) durante todos esses anos. Ficamos comovidos com os inúmeros depoimentos que vocês nos deram, nos contando um pouco do que foi sua vida pública aqui em Arujá. Sentimos orgulho e um imenso carinho por cada um de vocês.
Nos últimos 3 anos de sua vida, período em que ele esteve afastado da vida pública por conta de um AVC, nós, familiares, tivemos o privilégio de tê-lo mais perto de nós. Nesse tempo, nossa visão foi se voltando para trás, pois o futuro nos parecia tão misterioso que não conseguíamos focalizá-lo com lucidez. Restou-nos olhar para trás. E, foi nesse exercício de entender o passado que pudemos compreender a importância de sua vida pública, a importância de cada um de vocês para a vida dele. Pudemos compreender, finalmente, a sua missão.
Olhando para trás, hoje, nos faz sorrir o ciúme que sentíamos de vocês, pois, era aqui, no meio do povo, como tão carinhosamente ele dizia, onde ele se sentia mais feliz.
Nosso egoísmo de filhos, dificultava a compreensão e aceitação de sua missão. Fizemos sempre de tudo, o possível e o impossível, para tentar tirá-lo da vida pública. Graças à Deus, em vão, porque o seu imenso amor, a sua infinita generosidade e a sua grandeza não podiam ficar restritas ao nosso meio familiar. Tinha que ser repartida com uma cidade inteira que ele tanto amou, com toda a sua força e, hoje, vemos que foi tanto amado também. Sentir o calor de vocês e a gratidão que sentem por ele nos enche de orgulho e nos dá coragem de seguir em frente.
Hoje, mais maduros, estamos orgulhosos demais e agradecidos demais à você. Saibam que nenhum lugar do mundo o fazia estar mais feliz do que estar aqui em meio à vocês. 
Obrigado por terem dado ao nosso pai um lindo sentido de vida. Obrigado por terem o ajudado a cumprir sua maravilhosa missão. Obrigado Abel, sabemos que sua força, muitas vezes, o tornava um touro indomável, mas você soube respeitá-lo e amá-lo à sua maneira.
Para terminar, queríamos contar um episódio marcante para a vida de nossa família: 
Teve um ano em que ele se candidatou a prefeito, estávamos acostumados a vê-lo vencer e, portanto, a derrota não estava em nossos planos.. 
Nossos filhos, seus netos, já estavam mais crescidinhos, em idade de começar a aprender com a vida e, lembro que no dia da eleição, de manhã, quando acordamos, ter pensado: Hoje, nosso pai vai dar um lindo exemplo de vida aos seus netos: de como, na vida, se você trabalha arduamente, a sua recompensa chega e você vence.
Esse era o espírito lá em casa na manhã daquele dia, mas, algo não saiu como o esperado. Ele perdeu a eleição aquele ano! 
O choque foi enorme para todos nós. Não conseguíamos entender o porquê daquilo, não sabíamos como iríamos abraçá-lo quando chegasse em casa. O que poderíamos dizer?
Tarde da noite ele chegou. Estávamos apreensivos. Ele abriu a porta e lembro de vê-lo entrar erguido, forte, nos abraçando com força como sempre fazia. Ele nos consolava.
Com calma, sereno, apenas disse: “Foi feita a vontade de Deus!”. E, pediu para que nos déssemos as mãos e rezássemos agradecendo à Deus por ter mostrado de forma tão clara qual era o melhor caminho a seguir naquele momento. 
Rezamos e, enquanto rezávamos, entendíamos que aquele homem que, com seu exemplo, sempre nos ensinou a vencer, naquele momento, nos ensinava também a como saber perder.
Naquele dia, assim como hoje, pelo seu exemplo, estamos aprendendo a saber perder a sua presença física em nossas vidas. Hoje, como naquele dia, queremos agradecer à Deus por ter sido feita a sua vontade, amém.  
Com imenso carinho, nosso profundo agradecimento a todo o povo de Arujá.   
Nadyr (esposa)
Luiz Carlos, Vera e Rosana (filhos)
Luiz Guilherme, Mariana, Ananda, Gustavo e Rafael (netos)

COLUNISTAS

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

FOTOS

2ª Etapa do Circuito Mirim de Corrida foi realizada

3

Secretaria de Desenvolvimento Econômico homenageou mulheres

3

Polo Arujá da Universidade Anhembi Morumbi torna-se modelo

2

Guia de Anunciantes