Moradores pedem reabertura de acesso ao Jordanópolis pela Dutra

Após promoverem uma reunião e decidirem em maioria, moradores do Jordanópolis e do Nova Arujá formalizaram solicitação para a Prefeitura de Arujá reabrir o acesso dos bairros à Rodovia Presidente Dutra.
Um grupo de quatro pessoas foi recebido pelo secretário de Governo e Serviços, Leandro Larini, na Prefeitura. O assunto também foi tratado no bairro, com a presença do vereador Gabriel dos Santos.
O pedido já foi protocolado oficialmente na Prefeitura e está sendo analisado. “Recebi os moradores e pude ouvir os argumentos de todos. O acesso está na faixa de domínio da Via Dutra, de responsabilidade da concessionária CCR NovaDutra, que precisa ser oficiada”, afirmou o secretário.
De acordo com Ariadne Figueiredo, Roberto Marques, Jonathan Carvalho e Alisio Saveli, moradores que reuniram-se com o secretário, o plebiscito foi realizado em 24 de março na sede da Sociedade Amigos de Bairro Nova Arujá e Jordanópolis (Sanaj).
“A falta de acesso ao bairro atrapalha muito os moradores, restringe o comércio e compromete serviços como os de entrega e de atendimento de emergência”, afirmou Ariadne.

Ônibus
Com a possibilidade de reabertura do acesso, o vereador Gabriel dos Santos afirma que reforçará o pedido feito à Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU), durante reunião em São Paulo, com os moradores Alisio e Ana Nerys, para que o ônibus da linha Arujá/São Paulo – Armênia passe pelo bairro.
“Sou favorável que o ônibus passe por dentro do bairro. A possível abertura vai ser importante para também  desafogar o tráfego dentro do próprio bairro”, afirmou.

Segurança
O fechamento da via foi realizado anos atrás, após pedido formulado também por moradores do bairro que temiam pela segurança. À época, a alegação era a de que a via pública que dá acesso rápido à Via Dutra servia de rota de fuga para criminosos.

COLUNISTAS

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

FOTOS

Secretaria de Desenvolvimento Econômico homenageou mulheres

3

Polo Arujá da Universidade Anhembi Morumbi torna-se modelo

2

Igreja Adventista do Sétimo Dia de Arujá entrega templo

4

Guia de Anunciantes