Cadastro de deficientes visuais continua na Biblioteca

A Biblioteca Municipal Alda Martins Soncini segue cadastrando pessoas com deficiência visual em Arujá. O objetivo é identificar esta população na cidade para oferecer atividades e capacitações inclusivas por meio dos equipamentos de informática adaptados existentes na unidade.
De acordo com a bibliotecária Dalva Sabino, além do trabalho de inclusão social, a proposta é fazer com que eles criem o hábito de frequentar a biblioteca como espaço de entretenimento, cultura e pesquisa.
“Queremos localizar essas pessoas na cidade para planejar políticas de inclusão, seja por meio do fomento à cultura, à leitura ou outros meios que contribuam para o desenvolvimento pessoal e também profissional”, explica.
O cadastro pode ser realizado pessoalmente na Rua São Paulo, 100, no Jardim Planalto. A unidade funciona de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 4653-4042.

COLUNISTAS

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

FOTOS

2ª Etapa do Circuito Mirim de Corrida foi realizada

3

Secretaria de Desenvolvimento Econômico homenageou mulheres

3

Polo Arujá da Universidade Anhembi Morumbi torna-se modelo

2

Guia de Anunciantes