Juiz Davi Rio recebe título de Cidadão Arujaense da Câmara Municipal

A Câmara Municipal de Arujá homenageou o Juiz de Direito Davi de Castro Pereira Rio concedendo-lhe o título de Cidadão Arujaense durante Sessão Solene realizada na noite do último dia seis, sexta-feira, na sede do Legislativo arujaense. A iniciativa da homenagem foi do vereador Rafael Santos Laranjeira (PSB), o Rafael Laranjeira. O magistrado se destacou atuando no processo de regularização do Parque Rodrigo Barreto e na elevação de Arujá à categoria de Comarca. Dr. Davi trabalhou como representante do Poder Judiciário de Arujá no período de junho de 2009 a julho de 2015.
Várias autoridades locais e da região prestigiaram a Sessão presidida por Abel Franco Larini (PR), o Abelzinho. Marcaram presença o prefeito de Arujá Dr. José Luiz Monteiro, o ex-prefeito deste município Abel José Larini, o desembargador de Justiça do Estado de São Paulo Dr. Walter Cruz Swensson, os vereadores por Arujá Gabriel dos Santos (PSD), Ana Cristina Poli (PR), Cristiane Araújo Pedro (PSD), a professora Cris do Barreto, Luiz Fernando Alves de Almeida (PSDB), o vereador por Guarulhos Ramos da Padaria, o ex-vereador arujaense Dr. Wilson Ferreira entre outros.

“Nunca tinha visto um juiz ir até o povo”
Após a execução do Hino Nacional Brasileiro, feita pela Banda Marcial de Arujá sob o comando do maestro Henri Leite, o parlamentar Gabriel dos Santos leu a biografia do homenageado da noite. E logo em seguida quem fez o uso da palavra foi o Dr. Wilson Ferreira. “Quero primeiramente agradecer ao vereador Rafael (Laranjeira) que tomou pra si esta iniciativa. Quem faz mais pela cidade precisa de reconhecimento e o Dr. Davi fez muito mais do que estava obrigado a fazer. Não se exige que um juiz participe de questões sociais e se solidarize com a sociedade. Juiz é juiz e pronto! Porém o Dr. Davi se importou em ir mais além à sua atuação. Confesso que nunca tinha visto antes um juiz ir até o povo. Ele também teve fundamental importância para elevar Arujá à categoria de Comarca e essa homenagem é pequena diante do seu compromisso com a cidade”.
Dr. Walter Swensson afirmou que “o Poder Judiciário não poderia estar alheio a esta homenagem. Quando se homenageia um juiz se homenageia todo o Judiciário. O Dr. Davi é um soldado da Justiça que enfrenta tudo, um juiz jovem e brilhante. Cabe ao Poder Judiciário agradecer a Arujá pelo reconhecimento do Dr. Davi como juiz e cidadão honorário. O próximo passo do Dr. Davi é ir para o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo”, projetou o desembargador.
O prefeito Dr. José Luis Monteiro foi breve nas suas palavras e comentou: “Vivemos uma eterna final de campeonato onde não há equilíbrio e não se respeita a balança da Justiça. A Justiça se faz povo. Temos obrigação moral de estarmos aqui hoje para homenagear o Dr. Davi”, concluiu.
O autor da iniciativa, Rafael Laranjeira, falou em nome do Legislativo. “Honra se dá para quem tem honra. O Dr. Davi é uma pessoa de caráter que faz o bem para a sociedade, que tem ética e respeita o próximo. Digo isso com o coração, pois não preparei nenhum discurso”.

Questão de orgulho
Dr. Davi, emocionado pela homenagem, iniciou o seu discurso lembrando que encontrou em Arujá grandes pessoas, como funcionários dedicados, promotores, advogados. “Tive a honra durante seis anos de trabalhar com pessoas que me engrandeceram. Recebo esta homenagem com muita humildade, mas divido com todos que me ajudaram, seja na vida pessoal ou na vida profissional. Desde o início lutamos para transformar Arujá em Comarca, pois todo o volume de processos era submetida a Santa Isabel”.
“Quero agradecer ao Dr. Walter Swensson, ao deputado estadual André do Prado, ao ex-prefeito Abel Larini que deu todo apoio e estrutura política, a Dra. Patricia Padilha e a todos que foram fundamentais nas conquistas. O interesse da população estava em jogo. Ter participado da regularização do Parque Rodrigo Barreto é algo do qual me orgulho muito e que vou levar pra sempre na minha carreira. A população daquele bairro nos ajudou muito, assim como o Ministério Público”, concluiu.

COLUNISTAS

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

FOTOS

2ª Etapa do Circuito Mirim de Corrida foi realizada

3

Secretaria de Desenvolvimento Econômico homenageou mulheres

3

Polo Arujá da Universidade Anhembi Morumbi torna-se modelo

2

Guia de Anunciantes