10/07/2017

Audiências Públicas discutirão licenciamento ambiental do Ferroanel Norte

O Contorno Ferroviário da Região Metropolitana de São Paulo, ou “Ferroanel”, iniciativa estratégica entre União e Governo do Estado, terá sua primeira Audiência Pública no dia 25 de julho, em Arujá. Em seguida, será a vez de Itaquaquecetuba, São Paulo e Guarulhos. Estes são os quatro municípios que fazem parte do traçado do Ferroanel Norte, ramal ferroviário de 53 quilômetros de extensão que interligará as estações de Perus, em São Paulo, e de Manoel Feio, em Itaquaquecetuba, em área contígua ao traçado do Rodoanel. O Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental (EIA/Rima) do Trecho Norte do anel ferroviário foi entregue ao Conselho Estadual do Meio Ambiente (Consema) no último dia 23. No último dia 27, o órgão publicou no Diário Oficial do Estado a convocação para as Audiências (veja nesta matéria os dias e os locais).
O EIA e o Rima servirão como base para as análises de viabilidade ambiental do empreendimento e sua discussão com a população. O Estudo foi preparado pela DERSA – Desenvolvimento Rodoviário S/A, empresa vinculada ao Governo do Estado de São Paulo, com recursos repassados pela EPL, empresa pública federal. Os documentos já estão disponíveis para consulta no website da DERSA (http://www.dersa.sp.gov.br/empreendimentos/ferroanel-norte/), da Cetesb (http://licenciamentoambiental.cetesb.sp.gov.br/eia-rima. Ano 2015 – Processo 282) e da EPL (www.epl.gov.br).
A implantação do Ferroanel Norte possibilitará que os trens de carga que hoje compartilham os mesmos trilhos com os trens da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) sejam desviados, eliminando o conflito entre cargas e passageiros nos trilhos que cortam o interior da metrópole.
O novo ramal permitirá a movimentação de cargas do interior do Estado para o Porto de Santos, bem como a passagem de comboios entre o interior e o Vale do Paraíba. A transposição da Região Metropolitana de São Paulo em uma via dedicada terá a função de transferir cargas, hoje rodoviárias, para o modo ferroviário. As projeções indicam a retirada a médio prazo de 2,8 mil caminhões/dia das estradas com boa possibilidade desse número superar 7,3 mil caminhões/dia ao longo do tempo.

Quando e onde
25 de julho, 17h, em Arujá
União Arujaense Futebol Clube, Rua Júlio Antonio dos Santos, 100, Bairro Barbosa
27 de julho, 17h, em Itaquaquecetuba
Centro Esportivo Municipal – CEMI, Rua Manoel Garcia, 160, Centro
31 de julho, 17h, em São Paulo
CEU Jaçanã/Tremembé – Rua Francisca Espólio Tonetti, 105, Jardim Guapira
1º de agosto, 17h, em Guarulhos
Teatro do Centro Municipal Adamastor, Avenida Monteiro Lobato, 734, Bairro Macedo

Raio X
Extensão: 53,05 Km
Localização: São Paulo, Guarulhos, Arujá e Itaquaquecetuba
Traçado: Estação Perus (São Paulo) até Estação Engenheiro Manoel Feio (Itaquaquecetuba)
Investimento: R$ 3,4 bilhões 
Cargas: 67 milhões de toneladas/ano até 2040

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.


FOTOS


Guia de Anunciantes