19/12/2016

Duas pessoas são baleadas após tentativa de roubo em Arujá; um suspeito ficou ferido e dois fugiram

Após luta corporal com uma das vítimas, um dos assaltantes foi preso e outros dois fugiram; uma das vítimas levou três tiros e foi socorrida ao hospital

Dois homens armados assaltaram um comércio de ração e produtos agropecuários localizado na Avenida dos Expedicionários, em Arujá.  Duas pessoas foram baleadas e um dos suspeitos sofreu ferimentos leves. Outros dois conseguiram fugir.
Segundo a polícia, a dupla entrou no estabelecimento e anunciou o assalto pegando todo o dinheiro do caixa. Em seguida solicitou a chave de uma motocicleta que estava do lado de fora. Uma das vítimas teria reagido e neste momento entrado em luta corporal com um dos meliantes na tentativa de desarmá-lo. Porém, o comparsa, também armado, efetuou vários disparos que atingiram duas pessoas. Uma das vítimas, um homem de 35 anos, foi alvejado com três tiros, a segunda vítima, uma mulher de 50 anos, levou um tiro de raspão.
Um dos assaltantes, identificado como Guilherme Santos da Silva, de 21 anos, conseguiu ser detido por populares que estavam pelo local. Policiais militares da viatura 31.102, cabos Djanir e Elizangela, que passavam pelo local no momento, detiveram o acusado. O segundo envolvido conseguiu fugir e, mesmo com o apoio do helicóptero Águia da Polícia Militar, até o fechamento da edição, não tinha sido capturado.
De acordo com a polícia, as vítimas foram levadas a um hospital particular. A unidade não forneceu à imprensa informações sobre o estado de saúde dos pacientes.
O acusado foi levado ao Pronto Atendimento Municipal. Ele teve uma fratura na mão e um ferimento leve na cabeça, sendo medicado, liberado e preso logo em seguida.    
A policia aprendeu uma garrucha, calibre 32, que estava com o indiciado Guilherme, que é morador do Itaim Paulista.

 

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.


FOTOS


Guia de Anunciantes