04/10/2016

Panfletagem coloca em risco os eleitores e a cidade

Tirando lições dos fatos ocorridos no pleito de 2016 em Arujá, bem  como em diversos outros municípios, os candidatos devem ponderar que a panfletagem, ou seja, os papéis jogados nas proximidades das escolas onde funcionam as zonas eleitorais, não é uma opção salutar.
Esta forma de propaganda, usada pelos candidatos, além de colocar em risco a integridade física dos eleitores e demais transeuntes, é uma afronta ao meio ambiente.
Os amontoados de panfletos jogados nas proximidades e nos portões das escolas fazem com que as pessoas escorreguem e, as quedas podem trazer consequências drásticas para as vítimas. Por outro lado, quando ocorrem chuvas, os panfletos serão levados para dentro dos bueiros, formando uma massa dentro das canalizações, o que, obviamente provoca entupimento e seus consequentes alagamentos.
Que este tipo de propaganda seja banido nos comitês eleitorais, pois trata-se, no mínimo, de falta de ética e de respeito para com as pessoas e para com o município.

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.


FOTOS


Guia de Anunciantes