23/06/2016

Dise apreende 22 milhões de Bolivares Venezuelanos no Jordanópolis

Policiais Civis da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise), em diligências para apurar denúncia sobre suposto armazenamento de drogas em Arujá

Policiais Civis da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise), em diligências para apurar denúncia sobre suposto armazenamento de drogas em Arujá, localizaram e apreenderam 22 milhões de Bolivares Venezuelanos, o equivalente a oito milhões de reais. A apreensão ocorreu na noite da última terça-feira (21), na Rua Santa Terezinha, no Jordanópolis.

O dinheiro estava em uma casa de materiais para construção civil. Um homem foi detido para averiguação.

As notas de 100 e de 50 pertencem a um empresário do Paraná. Ele disse à polícia que comprava o dinheiro pela internet. As notas eram entregues no bairro do Brás, em São Paulo. O homem não apresentou nenhum documento provando a origem do dinheiro.

A polícia civil tinha recebido uma denúncia de que o local seria usado como esconderijo de drogas. Os agentes, quando entraram, não encontraram droga. Mas se surpreenderam com a quantidade de notas guardadas em caixas de papelão.

O empresário disse à policia que iria usar o dinheiro para comprar um motel, no interior de São Paulo,  que pertence ao dono da casa. Com eles estava um corretor de imóveis que intermediava o negócio. Os três foram ouvidos e liberados. O dono do dinheiro terá cerca de seis meses para provar a origem das cédulas.

O caso foi encaminhado à Divisão de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE) da delegacia de Franco da Rocha.

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.


FOTOS


Guia de Anunciantes