Uso de clínica privada como Centro de Triagem nunca foi discutido em Comitê, afirma ex-presidente

“Enquanto presidi o Comitê Covid-19, não houve tratativa nenhuma sobre a cessão de qualquer espaço que seja”, afirmou o ex-presidente do comitê e ex-secretário municipal de Serviços Leandro Larini, em novo depoimento à Comissão Especial de Inquérito (CEI) que investiga contratos do Executivo.
De acordo com o presidente da CEI, a fala contraria a afirmação do prefeito José Luiz Monteiro no ofício nº 38/2020 remetido à Comissão em 6/10. De acordo com o chefe do Executivo, o espaço teria sido cedido gratuitamente ao Comitê Municipal Covid-19.
A instalação do serviço no prédio da Clínica Mais Vida, em frente à Praça Benedito Ferreira Franco (Coreto), foi anunciada pelo Executivo em 2 de abril.
“Garanto que não tem documentado nas atas das reuniões do Comitê que presidi qualquer tratativa neste sentido”, reiterou Larini, que esteve à frente do Comitê de 17/3 a 2/4.
“Na época, apoiei a sugestão da Câmara Municipal de Arujá de que fosse utilizado o espaço do Clube União Arujaense, mas não sei dizer por que não prosperou”, continuou Larini.

Entenda o caso
A clínica entrou na mira da CEI instaurada em junho pela Câmara logo após ser veiculado na imprensa as suspeitas da Polícia Civil de que o local integrasse uma ampla rede de lavagem de dinheiro de uma organização criminosa.
Desde então, os vereadores questionam a origem do acordo. Em depoimentos à CEI, todos os gestores ligados à Saúde municipal negaram envolvimento nas tratativas, incluindo a própria titular da pasta, Carmen Pellegrino, e os demais técnicos ouvidos na Câmara.
Tanto Carmen como, posteriormente, o próprio prefeito, afirmaram que a cessão do local não foi documentada, algo considerado inusual no poder público.
Em depoimento à Comissão Processante (CP), em 14 de setembro, o chefe do Executivo foi confrontado sobre a clínica utilizada pela Administração Municipal para abrigar o Centro de Triagem da Covid-19.
Naquela ocasião, Monteiro afirmou que desconhecia quem era o dono do prédio, localizado em frente à Praça do Coreto. “A indicação veio do Comitê Covid-19 que apenas me deu informações técnicas [sobre as condições do local]”.

COLUNISTAS

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

FOTOS

Arujá ganha pontos de entrega voluntária para coleta

1

PM descobre estufa de maconha com mais de 20m²

3

Ana Poli é a candidata à prefeita pela coligação Somos Todos

5

Guia de Anunciantes