Parceria da PM com empresa privada resulta na prisão de acusado de roubo

Uma parceria que consiste em compartilhar em tempo real as imagens das dezenas de câmeras de monitoramento do Terminal Rodoviário de Arujá, com a 3ª Cia da Polícia Militar (PM), já começou a dar resultados. Segundo o novo comandante do policiamento militar, capitão Anderson Reis Pelegrine, na última sexta-feira (7) um homem de 32 anos foi preso acusado de roubar uma mulher cinco dias antes. 
Segundo a PM, por volta das 16h30 do último dia 02/08 nas imediações da Rodoviária, um indivíduo abordou a vítima e, sob forte ameaça, subtraiu R$ 680, dinheiro este fruto do benefício fornecido pelo Governo. Ainda segundo a polícia, o homem teria ainda ameaçado a vítima de morte, caso registrasse o delito.
Com as informações e descrição do suspeito, a vigilância do quartel conseguiu monitorar pelas câmeras as características e movimentação de quem transitava pelo local, quando viu o homem com as mesmas característica do descrito pela vítima. Foi então passada a as informações via rádio à viatura para que pudessem interceptar o suspeito, que, segundo a PM foi reconhecido pela vítima.

Recém-chegado
A parceria com a empresa Agribens, que administra a Rodoviária, foi umas das primeiras ações do capitão Pelegrine, que assumiu no último dia 10 de junho o comando em Arujá e Santa Isabel.
Natural de Piquete, interior de São Paulo, é a primeira vez que o comandante trabalha na cidade. Em entrevista ao Jornal da Cidade, ele contou que atuou 4 anos em São Paulo, depois ficou 5 anos entre as cidade do litoral norte (Caraguatatuba, São Sebastião, Ilhabela e Ubatuba), depois passou seis anos na Polícia Ambiental, retornando a São Paulo, sendo que seu último trabalho foi em São José dos Campos.
Há dois meses no comando da 3ª Cia, além da parceria com a empresa que administra o Terminal Rodoviário, capitão Pelegrine disse que também já iniciou uma conversa com a Prefeitura de Arujá. “Pretendo fazer parceria com a Guarda Civil Municipal, para que também tenhamos acesso às imagens das câmeras espalhadas pela cidade e fazermos um trabalho ainda mais eficaz”, disse.
Capitão Pelegrine também pretende dar continuidade ao trabalho do Programa Vizinha Solidária, assim como aproximar-se do Conseg (Conselho Comunitário de Segurança). “Quero acertar arestas e ver como estão os trabalhos, pois veio a pandemia e deu uma descentralizada”, disse.
Dentre as ações de policiamento, Pelegrine destacou que dará uma atenção maior aos dias de pagamentos de benefícios do Governo, para tentar evitar que meliantes venham praticar delitos na cidade.

COLUNISTAS

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

FOTOS

Arujá ganha pontos de entrega voluntária para coleta

1

PM descobre estufa de maconha com mais de 20m²

3

Ana Poli é a candidata à prefeita pela coligação Somos Todos

5

Guia de Anunciantes