Arujá completa 168 anos sem festividades por conta do coronavírus

A pandemia de Coronavírus (Covid-19) fez a Prefeitura de Arujá cancelar toda a programação voltada ao aniversário da cidade, de 168 anos de fundação e 61 anos de emancipação político-administrativa, comemorados na próxima segunda-feira, 8 de junho, assim como não há agendada nenhuma inauguração.
O foco da Administração tem sido o enfrentamento da doença, que, até ontem (5), fez 23 vítimas fatais e contaminou 301 arujaenses. Estão recuperadas do vírus mortal 208 pessoas.
Vale ressaltar que no início da pandemia, houve o remanejamento da verba de R$ 500 mil que seria designada à Festa das Nações carro-chefe das festividades municipais, para o programa arujaense Renda Mínima, coordenado pela Secretaria Municipal de Assistência Social.
Em nota a Prefeitura de Arujá informou que se solidariza com todas as famílias que perderam entes queridos vítimas da Covid-19 e, em respeito a elas, comunica que não promoverá o hasteamento da bandeira e o ato cívico, que até então eram conduzidos pelo fundador e comandante da Guarda Mirim, Hélio Rosa, que faleceu quinta-feira, vítima da doença.

 

COLUNISTAS

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

FOTOS

Sanitização de ambientes, uma arma contra o coronavírus

2

Túnel de desinfecção produzido em Arujá recebe laudo

1

Lions Clube doa 3 mil máscaras para população arujaense

1

Guia de Anunciantes