Vereador pede que Prefeitura retome atendimento nas Unidades Básicas de Saúde

O vereador Rafael dos Santos Laranjeira (PSB) cobrou em Tribuna, durante a Sessão Ordinária de 04/05, o restabelecimento do atendimento nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município, atualmente impactado pela crise sanitária do coronavírus.
Segundo o parlamentar, é urgente a retomada dos procedimentos, pois pessoas com problemas crônicos de saúde, como cardiopatias, colesterol elevado ou diabetes estão com dificuldades em receber um tratamento médico adequado.
O parlamentar ressaltou ainda que recentemente o município recebeu um reforço de profissionais de saúde através de um programa federal, o que eleva a necessidade de retorno às consultas. “Por falta médicos nas UBS, muitos munícipes acabam recorrendo à UPA (Unidade de Pronto Atendimento), o que aumenta em muito o risco de contágio pelo coronavírus”, ponderou.

Barreira sanitária
Laranjeira também defendeu que os funcionários do Centro de Triagem fossem designados para realizar operações de monitoramento das entradas do município. “Minha sugestão é que se faça uma barreira sanitária nas principais vias que dão acesso à cidade. Todo final de semana, temos acompanhado uma superlotação na cidade com pessoas que vêm de fora”, relatou.
“É importante fazer um rastreamento, ao menos com a medição da temperatura, e que aqueles que apresentarem sintomas sejam diretamente encaminhados às unidades de saúde”, propôs o vereador.
Em sua avaliação essa medida poderia até possibilitar a reabertura gradual do comércio aos moldes do que a Câmara vem propondo ao Executivo.

Minuto de silêncio
Na Explicação Pessoal, Laranjeira se solidarizou com as vítimas da covid-19 no município. Na segunda-feira (4/5), o Boletim Diário divulgado pela Prefeitura de Arujá dava conta de duas novas vítimas da pandemia que assola o País e o Mundo, elevando de dois para quatro o número de óbitos em Arujá. De acordo com comunicado oficial de quinta-feira (7/5), o município já conta com cinco vítimas fatais da covid-19, 95 casos positivos e 276 notificações suspeitas.
A seu pedido, o Plenário dedicou um minuto em silêncio em memória às vítimas.

Solicitamos o parecer da Secretaria de Saúde sobre a possível volta do atendimento das UBSs. A secretária Carmem Pelegrino informou que ainda não houve o retorno do fluxo normal de atendimento.
“Estamos atendendo normalmente as gestantes,  recém-nascidos e acompanhando os casos que requerem cuidados”, esclareceu.

COLUNISTAS

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

FOTOS

Deputados prestigiam inauguração do comitê político

1

Arujá ganha pontos de entrega voluntária para coleta

1

PM descobre estufa de maconha com mais de 20m²

3

Guia de Anunciantes