Prefeituras do Alto Tietê receberão mais R$ 30 milhões para combate ao Coronavírus; cerca de R$ 500 mil vem para Arujá

Recurso extra do Governo do Estado começou a ser liberado segunda (30/03) e deve ser empregado em centros de referência para atendimento aos doentes

Começaram a serem liberados na última segunda-feira (30/03), as transferências de repasses emergenciais anunciados pelo Governo do Estado para o enfrentamento do Coronavírus nos municípios paulistas. Na área de abrangência do Condemat – Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê serão R$ 30,2 milhões, distribuídos entre 12 cidades. Além dessa verba, a Região terá mais R$ 10,7 milhões em repasses oriundos do Ministério da Saúde, anunciados na semana passada.
Desses R$ 30,2 milhões do Governo do Estado, as maiores fatias ficarão com Guarulhos (R$ 16,3 milhões), Mogi das Cruzes (R$ 4,4 milhões) e Itaquaquecetuba (R$ 3,6 milhões), respectivamente as maiores cidades do Alto Tietê. Já as menores Salesópolis (R$ 68,0 mil) e Santa Branca (R$ 58,8 mil) terão as verbas mais baixas. O critério de distribuição do recurso estadual é o tamanho dos municípios. Juntando os recursos que Arujá terá direito, o montante será de R$ 539.206,30.
Segundo informações oficiais, a transferência de recursos será feita do Fundo Estadual para os Fundos Municipais de Saúde e os valores deverão ser investidos no custeio, compra de insumos e montagem e operação de centros de referência e hospitais de campanha para atendimento aos doentes. “Podemos acertar ou errar, nós só não podemos minimizar problemas”, disse o governador João Doria no anúncio dos repasses emergenciais.
Também nesta semana deverão começar as transferências, pelo Estado, dos R$ 10,7 milhões que o Ministério da Saúde destinou para as cidades paulistas.
Desse montante, R$ 6 milhões são para ações de combate ao Coronavírus nas 12 cidades do Condemat, na proporção de R$ 2,00 per capita. Já os outros R$ 4,7 milhões são para 10 cidades   (ficam de fora Ferraz de Vasconcelos e Santa Branca) que possuem serviços municipais de média e alta complexidade (internação de clínica médica, diária de UTI e pronto atendimento).
“Todas as cidades estão dispendendo recursos que não estavam programados na compra de insumos e montagem de equipamentos para o enfrentamento ao Coronavírus. Desde janeiro o Condemat vinha pedindo apoio financeiro, de maneira que a transferência desses recursos deverá amenizar o impacto nos orçamentos municipais e permitir maior agilidade na implantação das medidas necessárias à contenção do vírus no Alto Tietê”, avalia Adriana Martins, coordenadora da Câmara Técnica de Saúde do Condemat.
Confira os valoress nas tabelas abaixo.

COLUNISTAS

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

FOTOS

Arujá Melhor: coligação do PSD já conta com apoio

1

Acusado de chefiar quadrilha mantinha mini fazenda

7

Dia do padroeiro Bom Jesus é celebrado com missas

3

Guia de Anunciantes