Conseg e população se reúnem para cobrar soluções para a segurança pública em Arujá

Benedito Souza Ferreira, o Dito Maguila, comandou mais uma reunião ordinária do Conseg na condição de presidente desta entidade que cuida da segurança pública em Arujá. A reunião ocorreu na noite chuvosa do último dia três e contou com a presença do secretário adjunto de Segurança Evilázio Ferreira de Souza, do subcomandante da Guarda Municipal Uelton Souza Almeida, do delegado assistente Dr. Rogério Reis e da vereadora Ana Cristina Poli.
Dito Maguila abriu os trabalhos pedindo participação maior da população para cobrar das autoridades melhorias nos bairros da cidade. “Aqui é o lugar certo para fazer as cobranças, pois nossas reuniões contam com a presença das autoridades competentes”, recomendou.
Ao abrir a palavra para os presentes, quem primeiro se manifestou foi uma moradora do Jardim Emília, a qual reclamou do aumento de furtos e roubos no bairro. O Dr. Rogério orientou a moradora a registrar Boletins de Ocorrência e ressaltou que a polícia trabalha em cima de números e estatísticas. Outro morador do Jardim Emília informou que muitos moradores reclamam da falta de segurança, mas não participam das reuniões do Conseg quando convocados.
Referente ao Jacarandás um morador desabafou informando que o bairro está abandonado. “Todos nós esperamos por providências, precisamos principalmente de obras, de um estudo completo sobre as reais necessidades do bairro e não apenas de operação tapa-buraco. Os secretários responsáveis precisam dar mais atenção ao nosso bairro”. Outro morador do Jacarandás reclamou que tem ouvido barulho na mata de árvores sendo cortadas com motosserra - geralmente aos finais de semana - e pediu apoio ao subcomandante Uelton no sentido de tentar flagrar os criminosos. O mesmo morador também afirmou que tentou marcar reunião com a Secretaria de Meio Ambiente da cidade, mas não conseguiu. “Nós moradores estamos nos unindo e fazendo muito mais do que a Administração Pública”.
Em nome da Guarda Municipal o subcomandante Uelton elogiou a “Muralha Eletrônica” instalada recentemente na cidade. “Está funcionando muito bem, um espetáculo. A Polícia Militar está se aproximando mais da GM em virtude desta ferramenta importante para aumentar a segurança na cidade. Já conseguimos êxito em algumas ocorrências graças à Muralha Eletrônica. Outros casos estão em andamento, mas ainda não podemos revelar detalhes”. Uelton concluiu sua fala informando que foram convocados novos guardas municipais (sete homens e duas mulheres) aprovados em concurso público.
O secretário adjunto Evilázio falou ao público destacando a estrutura atual da Guarda Municipal graças às várias conquistas depois da criação da Secretaria de Segurança Pública. “Ficamos contentes pelo fato de termos participado de todas as fases e contribuído na formação da Secretaria”.
A parlamentar Ana Poli deu razão às reclamações sobre o Jacarandás e sugeriu agendar uma reunião com os moradores daquele bairro e adjacências. “Nós vereadores fazemos a nossa parte, mas dependemos do apoio de outras Secretarias. Temos muitas ideias como reativar a base da polícia no Jardim Emília, propor a criação de um sistema integrado entre PM, Polícia Civil e Guarda Municipal entre outros detalhes para melhorar a segurança de Arujá”, pontuou.
Por fim falou o Dr. Rogério Reis. O delegado assistente agradeceu os elogios recebidos de alguns munícipes presentes àquela reunião, mas ressaltou que “é nossa obrigação zelar pela segurança da população. Nosso trabalho tem êxito porque o efetivo da Guarda Municipal também nos ajuda muito. Eles estão sempre à nossa disposição”. Continuou afirmando que “Arujá cresceu muito, precisamos de mais investimentos do Estado na Polícia Civil. No segundo semestre deveremos receber reforço de efetivo. Pedimos desculpas e um pouco de paciência para a população, mas saibam que estamos fazendo o possível para atender bem. Nos ajudem fazendo as denúncias e registrando os Boletins de Ocorrência”, finalizou.

 

COLUNISTAS

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

FOTOS

Sanitização de ambientes, uma arma contra o coronavírus

2

Túnel de desinfecção produzido em Arujá recebe laudo

1

Lions Clube doa 3 mil máscaras para população arujaense

1

Guia de Anunciantes