PAs e Maternidade tem nova administração a partir de hoje

Novo contrato custará mais de R$ 29 milhões por ano

A administração dos Prontos Atendimentos Central e Parque Rodrigo Barreto e da Maternidade Municipal Dalila Ferreira Barbosa está passando por transição. A partir da 0 hora deste sábado, o Instituto de Tecnologia e Desenvolvimento Social- Identidade Social (ITDS) será o responsável pelas três unidades. Vencedora de processo chamamento público, ela substitui o Instituto de Desenvolvimento de Gestão, Tecnologia e Pesquisa em Saúde (IDGT).
Ontem (31), os secretários municipais adjuntos de Saúde, Patrícia Elias do Prado e Martino Piatto, responsáveis por fiscalizar o contrato firmado com o instituto, participaram de reunião de transição promovida entre as duas organizações sociais e funcionários das unidades.
O contrato de 12 meses foi firmado com valor de R$ 29.167.863,00 e prevê a implantação de um centro de parto humanizado na Maternidade e mais um médico pediatra no plantão diurno do PA Central.
“Estas três unidades são muito importantes para a população e por isso esperamos nada menos que um serviço bem prestado”, afirmou Piatto. “A Secretaria de Saúde está à disposição para atuar junto com o instituto, mas sempre cobrando o cumprimento do contrato”, disse Patrícia.
A mudança de OS nas unidade deve-se a uma decisão unilateral do IDGT. Presente na reunião, seu diretor geral, Edimilson Ricci, agradeceu à Secretaria de Saúde e disse à equipe do ITDM que “em 20 anos de lutas na área da Saúde, nunca encontrei uma Prefeitura que estivesse tão próxima do prestador de serviço. Cobram muito, mas são justos e vocês têm a possibilidade de estabelecer uma parceria inédita”.
“Encontramos um serviço bom, bem estruturado e gosto das unidades. Nossa bíblia será totalmente técnica, prezando o bom atendimento à população”, disse a diretora geral do PA Central, Georgiane Oliveira.

COLUNISTAS

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

FOTOS

Sanitização de ambientes, uma arma contra o coronavírus

2

Túnel de desinfecção produzido em Arujá recebe laudo

1

Lions Clube doa 3 mil máscaras para população arujaense

1

Guia de Anunciantes