Muralha Eletrônica: sistema de segurança deverá entrar em funcionamento até o final de janeiro

Já em fase final de instalação, o sistema de monitoramento Muralha Eletrônica deverá estar em funcionamento até o final do mês em Arujá. A informação foi passada pelo prefeito José Luiz Monteiro (MDB), que fez questão de enfatizar que medida será utilizada apenas para garantir mais segurança à população.
“Vamos monitorar os carros que entram e saem da cidade e caso haja alguma irregularidade no que diz respeito a roubo ou furto, o sistema notificará e serão tomadas as providências cabíveis”, esclareceu o prefeito.
Ao todo, Muralha Eletrônica contempla 20 câmeras de última geração, as quais estão sendo instaladas em 9 pontos estratégicos da cidade, sendo o sistema capaz de ser acessado pelo celular, tablet ou pela Central da Guarda Municipal, além de criar um mapa do crime estratégico para o combate e a prevenção de ocorrências, dentre elas, roubos e furtos de veículos. O investimento mensal para a implantação do sistema de vigilância será de R$ 80 mil por mês.
“E um sistema de última geração, que poucas cidades no Estado de São Paulo possuem. O Muralha Eletrônica permitirá ver onde o carro entrou, se ainda está na cidade ou por onde saiu”, concluiu José Luiz. 

 

COLUNISTAS

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

FOTOS

Ana Poli é a candidata à prefeita pela coligação Somos Todos

5

Republicanos confirma doutora Branca candidata a prefeita

2

PROS oficializa a candidatura de Júlio do Kaikan

1

Guia de Anunciantes