Câmara terá nova eleição para presidente nesta sexta

Após questionamento formulado pelo vereador Gabriel dos Santos (PSD) quanto à eleição da Mesa Diretora de 2020, o 1º secretário da Casa de Leis, Rafael Santos Laranjeira (PSB), convocou uma Sessão Extraordinária com a exclusiva finalidade de eleger, em segundo turno, o presidente legislativo da Câmara de Arujá. O sufrágio ocorrerá hoje (20/12), às 8h, e terá os dois candidatos mais votados nos polos: Reynaldo Gregório Junior (PTB), o Reynaldinho, e Gabriel dos Santos, que angariaram sete e quatro votos na 1ª votação, respectivamente.
A nova Sessão Extraordinária atende ao inciso 6º do artigo 8º do Regimento Interno, segundo o qual: “se qualquer dos candidatos não alcançar a maioria simples na votação de qualquer cargo da Mesa, o Presidente dos trabalhos encerrará a Sessão e convocará nova Sessão Extraordinária, ao qual só concorrerão os dois candidatos mais votados no primeiro escrutínio, para o cargo em votação, considerando-se eleito o que obtiver maioria simples”.
Neste caso, para se tornar presidente, é necessário que algum dos candidatos obtenha maioria simples (inciso 6º) ou, em caso de empate, será eleito aquele mais idoso (inciso 5º).

Impasse
Reynaldinho, que obteve sete dos 15 votos válidos no primeiro escrutínio, foi inicialmente declarado presidente para o Exercício próximo, contudo, o resultado foi questionado posteriormente pelo vereador Gabriel, devido à não obtenção da maioria simples. Após análise do Regimento Interno, chegou-se ao entendimento de que um novo pleito devesse ser convocado.

Retorno
O vereador Júlio Taikan Yokoyama (PSDB), o Júlio do Kaikan, que regressa à Casa de Leis nesta quinta-feira (19/12), substituindo seu suplente, o vereador Luiz Fernando Alves de Almeida (PSDB), já vota nesta eleição.

COLUNISTAS

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

FOTOS

Ana Poli é a candidata à prefeita pela coligação Somos Todos

5

Republicanos confirma doutora Branca candidata a prefeita

2

PROS oficializa a candidatura de Júlio do Kaikan

1

Guia de Anunciantes