23/11/2019

Vereador exige respeito da Artesp com a Câmara de Arujá

O vereador Gabriel dos Santos (PSD) ficou indignado com a resposta enviada pela Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) à Moção de Repúdio nº 155/2019, aprovada pela Câmara Municipal na Sessão Ordinária do dia 23 de outubro contra a cobrança de pedágio na rodovia Mogi-Dutra (SP-88).
Por meio do ofício nº 72216/19, incluído na lista de correspondências da Sessão Ordinária da última quarta-feira (20), o secretário executivo da Artesp Jorge Luiz Pereira confirma os estudos da Agência para incluir a rodovia, que liga Arujá a Mogi das Cruzes, na lista de concessões e afirma que “o canal oficial para envio de contribuições e pedidos de esclarecimentos referentes ao projeto em questão neste momento é de forma on-line, através do formulário padrão disponível no site da Artesp, até o dia 25/11 (próxima segunda-feira). O secretário ainda complementa: “só serão apreciadas pela Agência as contribuições que sigam o regulamento publicado e disponível no site da Artesp”.
“Esta resposta demonstra o total desrespeito desta agência com um Poder constituído e que representa os anseios da população”, detonou Gabriel, vice-presidente do Legislativo e presidente da Comissão de Fomento Econômico da Casa. Segundo ele, a instalação de pedágio na Mogi-Dutra penalizará principalmente os mais pobres. “Esta cobrança afetará muito a população que mora nos bairros do Joseli, Copaco, São Bento e Jacarandás. Mogi é uma cidade referência para Arujá. É um polo universitário e conta com hospitais como o Luzia de Pinho Melo, que atende toda a região”.
O vereador ressaltou ainda que “Arujá está ilhada por pedágios”. “Já temos pedágio na Dutra, indo para SP ou para o RJ, e no Rodoanel. Agora, ainda teremos na Mogi-Dutra? Quero que fique registrada a minha indignação. Vou tomar providências e, se necessário, acionar o Ministério Público”, garantiu.

Pedágio
Em Audiência Pública realizada em Mogi das Cruzes, a Artesp anunciou a intenção de instalar uma praça de pedágio no km 45 da Mogi-Dutra. A informação mobilizou a Câmara de Arujá, além de moradores do entorno da rodovia que organizaram protestos e abaixo-assinados.

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.


FOTOS


Guia de Anunciantes