05/10/2019

Com a casa cheia, população cobra vários itens em reunião do Conseg

Membros do Conseg de Arujá, autoridades e população se reuniram na noite da última terça-feira (01) , para mais uma reunião ordinária da entidade presidida por Benedito Souza Ferreira Ferreira, o Dito Maguila. Além dele, a mesa de trabalhos foi composta pelo delegado titular de Arujá Dr. Antonio Carlos Ferreira Cavalcanti, pelo tenente PM Ronildo Lopes, pelo secretário-adjunto de Segurança desta cidade Evilázio Ferreira de Souza e pelo subcomandante da Guarda Municipal de Arujá Uelton Souza Almeida. Dessa vez o Legislativo não se fez representar.
Maguila abriu os trabalhos ressaltando a importância dos tutores dos grupos do Programa Vizinhança Solidária comparecerem às reuniões, o que não vem ocorrendo. Logo em seguida passou a palavra para o público que, por sinal, compareceu em bom número.
Moradores do Vista Alegre cobraram novamente soluções para a falta de iluminação pública, guard-rail na estrada principal que dá acesso ao bairro, poda de árvores na Estrada dos Índios e perturbação do sossego, pois segundo os moradores pancadões têm sido frequentes por lá. Também questionaram o fato de a Prefeitura de Arujá estar com subsídio orçamentário de mais de 11 milhões e a cidade estar carente de muitas benfeitorias.
Um morador do Jacarandás reclamou que a população não foi consultada sobre a duplicação da Rodovia Mogi-Dutra. Já referente ao Parque Rodrigo Barreto um morador pediu iluminação pública para o principal campo do bairro. E no Jardim Emília, mais precisamente na Rua Nicolau, uma moradora pediu apoio da PM no sentido de fazer mais rondas e consequentemente inibir a ação dos meliantes.
Um munícipe do Jardim Fazenda Rincão reclamou que nas proximidades do Colégio Alpha o trânsito fica bastante intenso nos horários de entrada e saída dos alunos. Carros são estacionados em cima da calçada de ambos os lados, atrapalhando o ir e vir dos moradores. E por fim no bairro Cachoeira um morador pediu para que sejam colocadas placas de sinalização e lombadas numa determinada via bastante íngreme, pois alguns caminhões têm tentado subir carregados e não conseguem, com isso acabam descendo, batendo em muros de residências e colocando a comunidade em risco de tragédia iminente.

A palavra das autoridades
Em nome da Guarda Municipal falou seu subcomandante Uelton. Ele disse que irá intensificar as rondas no Jardim Fazenda Rincão, comentou que a GM recebeu novas viaturas, a fase de armamento está na reta final, os integrantes estão fazendo cursos de aperfeiçoamento entre outras melhorias. Questionado sobre em que situação está a instalação de mais câmeras de monitoramento na cidade, Uelton respondeu que no próximo dia 14 de outubro ocorrerá um pregão para esta finalidade e que se tudo correr bem dentro de dois ou três meses no máximo a cidade passará a ter mais equipamentos.
Representando o Executivo o secretário-adjunto de Segurança Evilázio endossou as palavras ditas por Uelton e explicou a questão da utilização do superávit financeiro. Ele afirmou que o dinheiro não pode ser usado deliberadamente para qualquer coisa, é necessário um planejamento para verificar as demandas necessárias. Também é preciso aprovação da Câmara Municipal de Arujá. E a respeito da participação da população na duplicação da Mogi-Dutra Evilázio confirmou que de fato não houve nenhuma Audiência Pública para tal, ou seja, a população não foi consultada.
Em nome da PM o tenente Ronildo Lopes falou da redução do índice de criminalidade na cidade, comentou que esteve pessoalmente cerca de quatro vezes no Vista Alegre para verificar a demanda de rondas e sobre a reclamação dos pancadões garantiu que se de fato forem comprovados a PM irá agir com o rigor da lei. Mas desde que seja comprovado se tratarem de pancadões.
E por fim a palavra ficou com o Dr. Cavalcanti. Sobre pancadões orientou a população a fazer a denúncia caso se sinta ofendida com esse tipo de perturbação ao sossego alheio. Comentou sobre a redução dos índices de criminalidade e trabalho feito em conjunto com a Polícia Civil e Guarda Municipal, que vem dando excelentes resultados. E sobre a inauguração do Núcleo de Atendimento à Mulher, Dr. Cavalcanti disse que será necessário esperar um pouco mais, pois a estrutura deverá ser transformada numa delegacia de fato e, feito isso, o governador João Doria deverá fazer a inauguração oficial assim que tiver agenda livre para tal

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.


FOTOS


Guia de Anunciantes