26/04/2016

PM de Arujá usa nova tecnologia para identificar celulares roubados

Os Terminais Móveis de Dados (TMDs) da Polícia Militar (PM) receberam uma nova função, a de identificar aparelhos celulares, produtos de roubos e furtos, através da Identificação Internacional de Equipamento Móvel (IMEI). O uso da tecnologia já permitiu que quatro aparelhos fossem recuperados pela PM de Arujá somente em abril.
 A função foi disponibilizada pela Polícia Militar do Estado de São Paulo e é acessada nos tablets das viaturas onde funcionam os TMDs. Porém só é possível identificar o problema após a realização do bloqueio junto à operadora de telefonia móvel e o registro do Boletim de Ocorrência por roubo ou furto.
Segundo o comandante da Polícia Militar de Arujá, capitão Rodrigo Fernandes, na última quinta-feira (21), durante patrulhamento de rotina pelo Jordanópolis, dois indivíduos foram abordados e com um deles foi localizado um aparelho celular produto de roubo em Guarulhos, no dia 10  de abril. 
“A nova tecnologia implementada pela PM nos tablets permite identificar os celulares roubados, desde que a vítima saiba o número do IMEI do aparelho e tenha registrado o Boletim de Ocorrência (B.O.). Só neste mês de abril 4 aparelhos já foram recuperados pela polícia de Arujá. A tendência é que com essa ferramenta os roubos diminuam”, disse  o comandante.
 É importante lembrar que quem teve o aparelho furtado ou roubado a primeira coisa a se fazer é registrar o B.O., que pode ser feito pela internet. Em seguida bloquear o IMEI, pois ligações e conexão com a internet deixam de funcionar ao realizar esse procedimento.
O B.O. é importante para se resguardar caso seu aparelho seja utilizado para alguma atividade criminosa e ele será solicitado pela operadora ao fazer o bloqueio. Com esses procedimentos o uso do aparelho celular roubado torna-se praticamente nulo e pode perder o sentido para os criminosos.

 

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.


FOTOS


Guia de Anunciantes