28/05/2019

Carreta da mamografia estará em Arujá de 4 a 22 de junho

A carreta da mamografia estará em Arujá no período de 4 a 22 de junho. O serviço oferecido pela Secretaria Estadual da Saúde foi solicitado em 2017 pela vereadora Ana Cristina Poli (PR) por intermédio do deputado estadual André do Prado. Terão direito a atendimento mulheres com idade entre 35 e 49 anos, que já tenham guia do Sistema Único de Saúde (SUS) para realização do exame, e mulheres acima dos 50 anos, independentemente de pedido.
Serão distribuídas 50 senhas – de segunda a sexta-feira – e outras 25 aos sábados. Conforme informou Ana Poli durante Sessão Ordinária de 22/05, a carreta ficará estacionada na Rua Rodrigues Alves, ao lado da Câmara Municipal. O salão da paróquia Senhor Bom Jesus será utilizado como sala de espera e apoio às pacientes.
Para mulheres com até 49 anos, a disponibilização da senha dependerá de apresentação do RG, do cartão SUS e do pedido médico – que deverá ser retirado na Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima. Acima desta faixa etária, basta apresentar o cartão SUS e o RG.
“A carreta é uma grande conquista de meu mandato em parceria com o deputado André, e auxiliará cerca de 600 mulheres que aguardam pela realização do exame em Arujá”, afirmou a parlamentar ao destacar todo o trabalho logístico exigido pelo governo estadual para liberação do veículo. “Tem de fazer até poda de árvore”, explicou.
O veículo chegará à cidade no dia 3 de junho e atenderá o público até o dia 19 de junho, sendo que no dia 20, feriado municipal de Corpus Christi, o expediente será suspenso. Os dias 21 e 22 de junho serão reservados à realização de exames complementares.
Vale lembrar que o câncer de mama é a primeira causa de morte por neoplasia de mulheres no Brasil, com exceção da região Norte, onde ocupa o segundo lugar. A informação consta do site Mulheres de Peito, da Secretaria Estadual de Saúde.
O Instituto Nacional do Câncer (Inca) estimou que em 2018 mais de 59 mil novos casos surgiriam no Brasil. A doença também acomete homens, porém é raro, representando apenas 1% do total de registros.
Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam que a cada ano surgem mais de 1 milhão de novos casos de câncer de mama no mundo.

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.


FOTOS


Guia de Anunciantes