08/04/2019

Reynaldinho destina emenda para inclusão social, educação, cultura e lazer

Quatro setores foram contemplados pelo vereador e atual presidente do Legislativo, Reynaldo Gregório Junior (PTB), o Reynaldinho, em sua proposta de emenda à Lei Orçamentária Anual (LOA) 2019.
O parlamentar destinou recursos para cultura, esporte e lazer, educação e inclusão social (emenda nº 205/2018). Duas entidades – a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) e a Associação Fraterna Arujá, responsável pela gestão da Creche Acalanto – receberão ao longo deste ano aporte financeiro por meio da Secretaria Municipal de Educação no valor de R$ 35 mil cada.
Outros R$ 47.460,00 – divididos igualmente – deverão ser aplicados na compra de equipamentos para a Banda Marcial de Arujá e para a manutenção de áreas de lazer e recreação do município.

Emendas impositivas
Criado com o objetivo de ampliar a efetividade do trabalho parlamentar na execução das políticas públicas do município, o Orçamento Impositivo está inserido na reserva de contingência e corresponde a 1,2% da Receita Corrente Líquida. Para 2019, o valor desta reserva é de R$ 3.523.800,00, sendo que 50% deste montante deverá ser aplicado em ações de saúde.
O Orçamento Impositivo foi criado pela Câmara Municipal em 2017 após aprovação do artigo 122-A na Lei Orgânica do Município e das alterações no Plano Plurianual (2017-2021) e na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2019.


Emendas da Saúde
Conforme determina a Lei, os vereadores destinaram ainda R$ 1.788.460,00 à Secretaria de Saúde. Foram protocoladas três emendas, sendo duas delas (nº 202/2018 e nº 207/2018) de autoria de todos os parlamentares. A primeira, no valor de R$ 468 mil, está destinada ao Centro de Especialidades Médicas (CEM) e a segunda prevê R$ 1,2 milhão para instalação do Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (Caps AD).

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.


FOTOS


Guia de Anunciantes