08/04/2019

Por aclamação, Dito Maguila é reeleito presidente do Conseg Arujá

Benedito Souza Ferreira, o “Dito Maguila”, foi reeleito presidente do Conseg Arujá para o biênio 2019/2021. Como a sua chapa foi a única inscrita na eleição, a sua diretoria acabou sendo eleita por aclamação durante reunião ordinária realizada na noite da última terça-feira, 02, no Espaço Empreendedor em Arujá. Carmelino Gomes Martins será o seu vice-presidente, Nabila Akran Bachour a 1º secretária, Patricia Santos Silva a 2º secretária e Nélson do Prado Nóbrega, o “Jacaré”, responderá pelo cargo de diretor social de assuntos comunitários. Representantes das Polícias Civil e Militar, Executivo e Legislativo arujaense e Guarda Municipal de Arujá marcaram presença. Dito Maguila esperar contar cada vez mais com o apoio da comunidade neste novo mandato, principalmente no quesito divulgação das ações do Conseg através de faixas espalhadas pelos quatro cantos de Arujá.
Ao abrir espaço para a participação popular, moradores do Jardim Emília reclamaram de perturbação no bairro entre outros delitos. Outro morador do mesmo bairro perguntou qual o canal de comunicação que pode ser usado para fazer denúncias. O Capitão Rodrigo respondeu que pode ser o 190 ou o 181.
Um morador do Vista Alegre pediu a palavra na sequência para reclamar do descarte de lixo irregular, das árvores que continuam invadindo as ruas e cujas podas ainda não foram feitas entre outras reclamações.
Referente ao bairro Jordanópolis uma moradora foi bastante incisiva nas suas reclamações quanto à falta de segurança, iluminação pública que continua sem solução, etc. e pediu para que a PM faça rondas mais constantes. A mesma moradora também questionou de que forma ela poderia ter acesso às imagens das câmeras de monitoramento no bairro. Mais tarde o secretário adjunto de Segurança Evilázio Ferreira de Souza respondeu que “as imagens precisam ser autorizadas por órgãos competentes”. 
Ainda sobre o assunto câmeras de monitoramento Dito Maguila comentou que na recente reunião que teve com o secretário de Segurança Pública de Arujá, Carlos Roberto Vissechi, o titular da Pasta disse que dentro de 90 dias novas câmeras de segurança deverão ser instaladas nos bairros Copaco, Jacarandás e Jordanópolis. A vereadora Ano Poli (PR) também se posicionou sobre esse assunto. “Essas câmeras irão ajudar muito o trabalho das Polícias Civil e Militar, assim como da Guarda Municipal”. Naquela reunião a GM foi representada por Wilson de Araújo.
O vereador Luiz Fernando Alves de Almeida (PSDB) falou sobre iluminação pública, esclarecendo que a Elektro tem um prazo para cumprir cum suas obrigações, porém se não cumprir poderá responder na Justiça por uma ação de obrigatoriedade.
Capitão Rodrigo Fernandes respondeu aos questionamentos do público dizendo que no Jardim Emília, por exemplo, foram feitas algumas ações para aumentar a segurança no bairro. “Mas independente das nossas ações precisamos que a população faça as denúncias através de Boletins de Ocorrência. São esses números que irão indicar e nos ajudar a atuar com maior rigor em determinadas localidades. Por favor, continuem denunciando porque a PM sempre irá fazer o possível para ser mais eficiente”. Sobre as reclamações no Jordanópolis o capitão comentou que naquela região é mais comum o furto a residências, que a PM está trabalhando para reduzir esse índice no bairro. Ele ainda ratificou que os moradores também precisam colaborar, conhecer seus vizinhos, saber das suas rotinas para que, em caso de atitudes suspeitas, acionem a Polícia Militar”, orientou.
Em nome da Polícia Civil falou o delegado titular Dr. Antonio Carlos Ferreira Cavalcanti. “Arujá está com seus índices de criminalidade dentro dos parâmetros normais da Secretaria Estadual de Segurança Pública. A cidade está bem cuidada”. Assim como o capitão Rodrigo, Dr. Cavalcanti também pediu para que a população faça as denúncias e colabore com o trabalho das Polícias Civil e Militar.

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.


FOTOS


Guia de Anunciantes