01/04/2019

Homem compra carros na feira do rolo e acaba preso por receptação dolosa

Fazendo patrulhamento na região central (Rua Prestes Maia) de Arujá, os Policiais Militares (cabo Silva e soldado Alves) efetuaram abordagem ao veículo Palio de placas EKM 6158. Durante a busca pessoal nada de ilícito foi localizado com o condutor do veículo, porém as fazer busca dentro do veiculo, os PMs localizaram um extrato do Detran referente ao mês de janeiro de 2019, no qual  consta no campo “Restrições” a queixa de estelionato.
Fazendo a consulta ao COPOM o fato foi ratificado, o que levou os policias a solicitar apoio da equipe CGP3.  
Dando continuidade ao trabalho, consegui-se a informação do condutor de que o veículo foi comprado na feira do rolo, de Itaquaquecetuba, há cerca de dois meses. Ele também confessou que soube do carro em uma oferta publicada no Facebook e que era ‘’só pra rodar”, então, foi na feira do rolo e pagou pelo Palio R$ 2.500. Questionado sobre quem lhe vendeu o carro, ele disse que não conhecia a pessoa com quem negociou. 
Fazendo as pesquisas sobre o veículo, os PMs descobriram que constava queixa de estelionato, acentada no BOPC 576/19, no qual a vítima informa que vendeu o carro a A. C. F., recebendo deste um cheque no valor de R$ 13.500, porém o cheque voltou sem fundos. A vítima garante que, ao questionar o comprador, este o teria ameaçado.
Continuando as indagações ao condutor, os PMs conseguiram a informação de que na sua residência havia outro veículo, um Uno de placas CHU 4922, que adquiriu nas mesmas condições em que comprou o Palio. Confessou que o segundo veículo também não possui os documentos regulares. Fazendo a averiguação foi detectado que o carro tinha o número do motor e de todos os vidros suprimidos e número do chassi com sinais de adulteração. Pelas razões acima, o condutor E. R. O. foi conduzido ao DP de Arujá onde foi elaborado o BOPC por receptação dolosa, ficando à disposição da Justiça.

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.


FOTOS


Guia de Anunciantes