25/03/2019

Laranjeira vai propor a criação da Patrulha Maria da Penha em Arujá

O vereador Rafael Santos Laranjeira (PSB) vai propor a criação da Patrulha Maria da Penha em Arujá. A iniciativa visa ampliar as ações de prevenção e combate à violência doméstica contra mulheres. Dados da Secretaria Municipal de Saúde referente ao 3º quadrimestre de 2018 apontam que, neste período, foram notificados 48 casos de violência doméstica no município.
Segundo o vereador, um anteprojeto será encaminhado à análise do prefeito José Luiz Monteiro (MDB). “A ideia é que um carro da Guarda Civil Municipal (GCM) seja destinado ao atendimento de mulheres em situação de violência, assim como na averiguação de descumprimento de medidas protetivas, previstas na Lei Maria da Penha”, explicou Laranjeira durante pronunciamento na Tribuna da Casa durante a Sessão Ordinária de 13/3.
A Patrulha Maria da Penha existe desde 2014 em vários Estados brasileiros com bons resultados na redução dos índices de violência. Isso porque as patrulhas realizam visitas periódicas às residências de mulheres agredidas, atuando também de forma preventiva. Na região do Alto Tietê, a Patrulha está presente nas cidades de Mogi das Cruzes, Guarulhos e Suzano.
Ainda assim, o Brasil figura entre os países com maior índice de violência doméstica contra mulheres. Segundo a Agência Patrícia Galvão, a cada dois minutos uma mulher registra uma ocorrência de agressão no País. Por dia, são 606 casos de lesão corporal dolosa enquadrados na Lei Maria da Penha.

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.


FOTOS


Guia de Anunciantes