13/03/2019

Tragédia na Escola de Suzano contabiliza 10 mortos e mais de 20 feridos

Uma tragédia ocorreu na manhã desta quarta-feira no município de Suzano.

Um  adolescente, Guilherme Talci Monteiro tinha 17 anos e o outro adulto Luiz Henrique de Castro, 25 anos entraram encapuzados e armados na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano (SP), mataram oito estudantes, feriram várias outras pessoas, entre elas a coordenadora da escola. Em seguida os dois cometeram suicídio, totalizando 10 pessoas mortas na hora e outras 23 pessoas foram levadas a hospitais. 
No local foram encontrados um revólver 38, uma faca e uma besta (um artefato com arco e flecha), além de objetos que parecem ser coquetéis molotov e uma mala com fios. 
Ao falar sobre o ocorrido, um aluno de 15 anos, disse que o ataque ocorreu durante o intervalo: “A gente estava na merenda e comendo normal e escutamos 'três pipocos' nisso tentamos correr para pular o muro. Os caras vieram atrás de nós e começou a matar muita gente. Mas o pente dele descarregou e foi na hora que a gente correu."
Segundo ele, um dos garotos passou com faca ao seu lado, mas ele conseguiu desviar. "Fui para a diretoria e tinha muita gente morta no chão. Eles gritavam, mas eu não entendi o que era."
"Meu amigo levou facada no ombro e outro levou um tiro. Fugi com um amigo para minha casa e voltei para buscar outro amigo.”
Uma estudante, que é aluna da escola há 4 anos, disse que reconheceu um dos atiradores como um estudante do terceiro ano do ensino médio. No entanto, ela declarou que não sabe o nome dele. “Ele atirou primeiro em um menino, mas a ‘tia’ entrou na frente e foi atingida”, relatou
Até o momento não se sabe o que motivou o ataque.

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.


FOTOS


Guia de Anunciantes