25/02/2019

Centro de Especialidades e UBS do Pilar devem começar a funcionar em abril

A abertura do Centro de Especialidades Médicas (CEM) e a entrega da Unidade Básica de Saúde (UBS) da Vila Pilar foram pauta na Audiência Pública realizada pela Secretaria Municipal de Saúde na última quinta-feira (21), na Câmara Municipal. A meta, segundo titular da Pasta, Carmen Pellegrino, é finalizar o planejamento administrativo e estrutural das unidades e iniciar atividades a partir do mês de abril.
Além de mobiliar e equipar os novos pontos da rede, a Secretaria está adaptando o Centro de Saúde – CSII para abrigar o Centro de Especialidades, que contará com cardiologista, ortopedista, neurologista, oftalmologista, psiquiatra e otorrino. Com isso, parte dos serviços hoje prestados no CSII serão transferidos para o prédio novo da Vila Pillar. O CEM será administrado por uma organização social já contratada.
“Queremos que a população seja devidamente orientada sobre os serviços e as mudanças que devem ocorrer. Estamos planejando com muita cautela para que o atendimento atenda às expectativas e traga um impacto positivo para as pessoas. Ter médicos especialistas na rede é uma prioridade da nossa equipe, estabelecida pelo prefeito José Luiz Monteiro, e que vai de encontro ao resultado do Fórum de Saúde realizado pela Câmara”, pontuou a secretária.

Ações
Carmen anunciou medidas para fortalecer os serviços de saúde em diversas frentes, como por exemplo o reforço das ações de combate à dengue com a contratação de mais agentes, a qualificação rotineira das equipes que prestam atendimento direto ao público e o remanejamento de um profissional para fazer vistorias às unidades e solucionar questões de manutenção e melhoria dos prédios.
Na Audiência - que teve a participação dos vereadores Rogério Gonçalves Pereira (Rogério da Padaria), Sebastião Vieira de Lira (Paraíba Car) e Ana Poli, além de membros do Conselho Municipal de Saúde - foram destacadas ainda ações implementadas nos Pronto Atendimentos e Maternidade, como atividades visando a prevenção, a criação de brinquedoteca para as crianças e o curso de orientação para pais e mães iniciantes.
Os parlamentares questionaram e foram respondidos sobre aquisição e falta de medicamentos, a implantação do programa de equoterapia, atendimentos de Saúde Mental, falta de vacinas, limpeza e manutenção das unidades, entre outros temas. Membros do Conselho e vereadores, na oportunidade, também mencionaram o empenho da equipe da Secretaria na busca por atender as demandas apresentadas.

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.


FOTOS


Guia de Anunciantes