12/02/2019

Agentes iniciam ação para identificar larvas do Aedes aegypti

Agentes do Departamento de Controle de Vetores da Secretaria Municipal de Saúde iniciaram na última sexta-feira (08) a Avaliação de Densidade Larvária (ADL) para identificar o nível de infestação do Aedes aegypti. A ação é recomendada pelo Ministério da Saúde e a Superintendência Estadual de Controle de Endemias (Sucen).
O Aedes aegypti é o transmissor de dengue, chikungnuya e zika vírus e a eliminação dos criadouros é a melhor forma de evitar a reprodução e o surgimento de casos da doença. Até esta sexta, a cidade possui duas confirmações de dengue.
Futuras ações, planos e estratégias de combate podem partir do resultado da ADL, que serve para o Ministério da Saúde elaborar o Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa). A ação vai até o fim deste mês e percorrerá toda a cidade.
Apesar de o diagnóstico ser um aliado importante para a Saúde, a eficácia do trabalho de prevenção e combate depende diretamente da contribuição dos moradores. Por isso, a orientação é que a população receba os agentes e permita o acesso dos profissionais aos quintais e residências. Todos podem ser identificados por crachá, uniforme da Secretaria de Saúde, além do carro de som de apoio.
Outras informações pelo telefone 4655-2871.

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.


FOTOS


Guia de Anunciantes