Câmara aprova criação da Secretaria Legislativa

Foi aprovada em 2ª discussão e votação, durante Sessão Extraordinária realizada ontem segunda-feira (14), a criação da Secretaria Legislativa da Câmara de Arujá. A medida foi proposta pela Mesa Diretora por meio do Projeto de Lei nº 190/19 e recebeu nove votos favoráveis e uma abstenção – votação idêntica à obtida em 10/01, quando o projeto entrou para 1ª deliberação.
Ao projeto original, foram incluídas quatro emendas (nºs 248, 249, 250 e 251), todas de autoria da Mesa Diretora, dentre os quais, a que suprimiu a ampliação do número de servidores comissionados.
A criação do novo departamento consta do Plano de Reestruturação Administrativa e de Pessoal apresentado aos vereadores em 2018 pela Comissão de Reestruturação Administrativa do Legislativo. O trabalho foi feito pelos servidores públicos com assessoria de empresa especializada.
Com a aprovação do Projeto de Lei 190/19, será criado nos termos do artigo 6º o emprego público em comissão de secretário legislativo, com carga horária de dedicação plena. O novo funcionário herdará atribuições hoje desempenhadas pela Secretaria Administrativa, tais como coordenar, assessorar e acompanhar as proposições nas etapas do processo legislativo; elaborar as pautas das Sessões Ordinárias e Extraordinárias conforme orientação da presidência; prestar apoio e assessoria a parlamentares, comissões permanentes e temporárias nos processos de fiscalização e controle de tarefas ou atividades a ele conferidas, além de assistir, supervisionar e assessorar as Sessões Solenes, Especiais, Ordinárias e Extraordinárias da Câmara.

Copel
Também foi aprovado pelo Colegiado o projeto de Lei nº 191/2019 que institui gratificação mensal para os membros efetivos da Comissão de Licitações, pregoeiro e equipe de apoio do Poder Legislativo.


Demais mudanças
O PL 190/19 cria dois cargos em comissão que devem, necessariamente, ser ocupados por servidores efetivos do quadro de pessoal da Câmara: tratam-se dos empregos de chefe de serviços operacionais e de manutenção e chefe de compras e almoxarifado. A iniciativa visa atender à exigência do Ministério Público que obriga a nomeação de concursos para funções de confiança em um percentual de 5% dos cargos existentes.
Comparecerem à Sessão os vereadores Abel Franco Larini (PR), o Abelzinho, Ana Cristina Poli (PR), Cristiane Araújo Pedro (PSD), a Profª Cris do Barreto, Edimar do Rosário (PRB), o Pastor Edimar de Jesus, Gabriel dos Santos (PSD), Luiz Fernando Alves de Almeida (PSDB), Rafael Santos Laranjeira (PSB), Renato Bispo Caroba (PT), Reynaldo Gregório Júnior (PTB), o Reynaldinho, Rogério Gonçalves Pereira (PSD), o Rogério da Padariae Edval Barbosa Paz (PSDB), o Profº Edval – Edval foi o único a se abster.
Com a aprovação em dois turnos, os projetos seguem agora para sanção do prefeito de Arujá, José Luiz Monteiro (MDB).

COLUNISTAS

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

FOTOS

Sanitização de ambientes, uma arma contra o coronavírus

2

Túnel de desinfecção produzido em Arujá recebe laudo

1

Lions Clube doa 3 mil máscaras para população arujaense

1

Guia de Anunciantes