14/01/2019

Câmara aprova em 1ª discussão a criação da Secretaria Legislativa

Os vereadores arujaenses aprovaram em 1ª discussão e votação, durante Sessão Extraordinária realizada na última quinta-feira (10), a criação da Secretaria Legislativa da Câmara de Arujá. A medida foi proposta pela Mesa Diretora por meio do Projeto de Lei nº 190/19 e recebeu nove votos favoráveis. O vereador Edval Barbosa Paz (PSDB), o Profº Edval, se absteve.
A criação do novo departamento consta do Plano de Reestruturação Administrativa e de Pessoal apresentado aos vereadores em 2018 pela Comissão de Reestruturação Administrativa do Legislativo. O trabalho foi feito pelos servidores públicos com assessoria de empresa especializada.
Antes de concluir a primeira fase de debate e análise da propositura, a Sessão foi suspensa para que os parlamentares – em reunião fora do Plenário – discutissem ajustes no projeto.
Quatro emendas modificativas (nºs 248, 249, 250 e 251) foram apresentadas, lidas e aprovadas. Todas elas foram de autoria da Mesa Diretoria e suprimiam artigos do projeto de Lei nº 190/19, entre os quais, o que ampliava o número de servidores comissionados.
Se aprovada em 2ª e última votação, a propositura 190/19 criará, nos termos de seu artigo 6º, o emprego público em comissão de Secretário Legislativo, com carga horária de dedicação plena. O novo funcionário herdará atribuições hoje desempenhadas pela Secretaria Administrativa, tais como coordenar, assessorar e acompanhar as proposições nas etapas do processo legislativo; elaborar a pauta das Sessões Ordinárias e Extraordinárias conforme orientação da presidência; prestar apoio e assessoria a parlamentares, comissões permanentes e temporárias nos processos de fiscalização e controle de tarefas ou atividades a ele conferidas, além de assistir, supervisionar e assessorar as Sessões Solenes, Especiais, Ordinárias e Extraordinárias da Câmara.

Copel
Também foi aprovado pelo Colegiado, o projeto de Lei nº 191/2019 que institui gratificação mensal para os membros efetivos da Comissão de Licitações, pregoeiro e equipe de apoio do Poder Legislativo. O PL ainda passará por 2ª discussão e votação.

Demais mudanças
O PL 190/19 cria dois cargos em comissão que devem, necessariamente, ser ocupados por servidores efetivos do quadro de pessoal da Câmara: tratam-se dos empregos de chefe de Serviços Operacionais e de Manutenção e chefe de Compras e Almoxarifado. A iniciativa visa atender à exigência do Ministério Público que obriga a nomeação de concursos para funções de confiança em um percentual de 5% dos cargos existentes.
Compareceram à Sessão os vereadores Edvaldo de Oliveira Paula (PTB), o Castelo Alemão; Marcelo José de Oliveira (PRB), o Dr. Marcelo Oliveira; Ana Cristina Poli (PR), Renato Bispo Caroba (PT), Rafael Santos Laranjeira (PSB), 1º secretário da Mesa; Gabriel dos Santos, vice-presidente da Casa Legislativa; Cristiane Araújo Pedro (PSD), a Profª Cris do Barreto, 2ª secretária da Mesa; Paulo Henrique Maiolino (PSB), o Paulinho Maiolino, e o Profº Edval.
O presidente da Casa, Reynaldo Gregório Junior (PTB), Reynaldinho, convocou nova Sessão Extraordinária para segunda-feira (14/01), às 10h. A expectativa é votar as duas matérias de forma definitiva.

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.


FOTOS


Guia de Anunciantes