24/11/2018

Fomento ao turismo é discutido em Audiência Pública do PDTur

Tópicos do Plano Municipal de Turismo (PDTur), documento que vem sendo elaborado por meio de um convênio firmado entre a Prefeitura e a Univeritas/UNG, foram discutidos em Audiência Pública na Câmara de Arujá na última quarta-feira (21/11). Participaram do evento alunos da universidade, representantes do Conselho de Turismo e vereadores, além de profissionais da Secretaria de Cultura e Turismo.
Para desenvolver o documento, desde setembro 32 estudantes do curso de Turismo realizaram pesquisas e quatro visitas técnicas ao município. Eles elaboraram um inventário turístico com as informações colhidas junto a estabelecimentos comerciais, rede hoteleira e locais com atrativos naturais. O levantamento serve de base para o plano, que aponta diretrizes para o aproveitamento do potencial turístico de Arujá. 
De acordo com a professora Cláudia Parra, coordenadora do curso, um dos objetivos é conseguir junto ao governo estadual que a cidade torne-se de interesse turístico o que, entre outros benefícios, permitirá a captação de recursos para a realização de investimentos na área. O município, no entanto, deve atender a requisitos específicos para conquistar a classificação.
“Os municípios turísticos são aqueles que apresentam expressivos atrativos de uso público e que se se desenvolvem de acordo com sua vocação turística para oferecer condições adequadas de recepção ao turista, promovendo ainda melhor qualidade de vida para sua população”, destacou Cláudia. Ela explicou a importância do turismo como fator de desenvolvimento e crescimento social, cultural, político e econômico.
Segundo o levantamento, Arujá possui 21 pontos de infraestrutura turística, o que é considerado um fator positivo para atrair e gerar fluxo de turismo. É necessário, porém, criar propostas para aperfeiçoar o atendimento e a experiência dos visitantes. Entre as sugestões apresentadas, por exemplo, está a criação do Posto de Informações Turísticas (PIT) para gerar divulgação, criar facilidades e agilizar o trânsito do turista.
Após a apresentação detalhada dos dados, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Julio Taikan Yokoyama e os vereadores Rafael Laranjeira e Ana Poli aproveitaram a oportunidade para fazer apontamentos e contribuir com a elaboração do projeto. A previsão é de que o documento seja concluído e entregue oficialmente em março de 2019. Ele deverá ser apreciado pelo Legislativo Municipal para então virar lei.
Também participou a equipe técnica da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo: Bruno do Prado, Marilisa Cajueiro, Elaine Mariano e Elizabete Bernardes.

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.


FOTOS


Guia de Anunciantes