29/10/2018

Após adiar data para retomada de atendimento, PA Barreto reabre em novo endereço

Foi retomado na manhã de ontem (26), o atendimento ao público no Pronto Atendimento do Parque Rodrigo Barreto, que agora funciona na Rua Rogério de Andrade Santos, a antiga Rua 30. Desde o dia 19 o serviço estava interrompido para a mudança de prédio. O horário de atendimento continua sendo das 7 às 19 horas, de segunda a segunda-feira. A unidade era para ter sido reaberta quinta-feira (25), mas, segundo a Prefeitura, não foi possível em virtude do atraso na instalação do oxigênio usado no atendimento ao público e da finalização do tratamento da caixa d’água.
As primeiras horas de funcionamento da unidade no novo endereço foram acompanhadas de perto pelo prefeito José Luiz Monteiro, a secretária de Saúde, Carmen Pellegrino, e a diretora-geral do Instituto de Desenvolvimento de Gestão, Tecnologia e Pesquisa em Saúde e Assistência Social (IDGT), organização social responsável também pela administração do PA Central e da Maternidade Municipal, Sonia Márcia de Almeida Albuquerque.
Moradora do Mirante, Maria Alice Santos acompanhou o marido em um atendimento pela manhã e gostou da mudança. “Ele gosta muito da equipe do Barreto, então só passa no médico daqui. Ficamos felizes porque está funcionando de novo e ficou mais bonito”, disse ao observar a estrutura do prédio inicialmente construído para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA).
Durante a visita, o prefeito ressaltou a importância de a população ser atendida com qualidade, o que demanda a oferta de bons serviços e bom trato por parte de funcionários.
“A nossa vontade era que este prédio já estivesse funcionando há mais tempo, mas infelizmente não foi possível. O que se deve garantir agora é que as pessoas, pacientes ou funcionários, sejam respeitadas em seus direitos”, disse.
A diretora-geral do IDGT explicou que a adaptação total do instituto à cidade ainda deve levar uns dias, uma vez que o contrato é recente. Apesar disso, comparou a estrutura atual e antiga do PA Barreto e informou que a população pode esperar atendimentos humanizados e dinamismo.
 “Realmente estamos na fase de adaptação com a equipe médica, que queremos concluir até o fim de outubro. Vamos humanizar o serviço e implantar tecnologia por meio de um protocolo eletrônico próprio e integrado nas três unidades”, explicou.
A secretária de Saúde ressaltou que medidas importantes estão previstas no novo contrato. “Exemplo disso é a previsão do cogestor, ou seja, um profissional cuja função é acompanhar de perto o cumprimento contratual, garantindo a prestação de todo o serviço e o acolhimento necessário”, explica.
Os Prontos Atendimentos Municipais (PAs) e a Maternidade Dalila Ferreira Barbosa estão sendo administrados pela nova organização social desde o último dia 19. O IDGT foi o vencedor do chamamento público e possui contrato válido por 12 meses.

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.


FOTOS


Guia de Anunciantes