20/10/2018

Programa Vizinhança Solidária contribui para redução de roubos, diz PM

Registrando quedas significativas nos anos de 2016 e 2017, a Polícia Militar (PM) de Arujá acredita que feche o ano de 2018 com uma redução significativa no indicador de roubos. Parte da queda, segundo o polícia, seria atribuída ao Programa Vizinhança Solidária.
Segundo o comandante da PM de Arujá, capitão Rodrigo Fernandes, dados da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP/SP) mostram quem em 2016 Arujá registrou 538 roubos, já em 2017 este número caiu para 337.
De janeiro a agosto de 2018, foram registrados 189 roubos, de acordo com o capitão. “Tudo indica que fecharemos o ano com um dos menores indicadores dos últimos tempos”, ressaltou Rodrigo que está no comando da PM de Arujá há dois anos e meio.
Grande parte da redução desde indicador, o comandante atribuí ao trabalho que vem sendo desenvolvido através do Programa Vizinhança Solidária. 
O Programa, que trata de uma parceria entre a comunidade, Polícia Militar e Guarda Civil Municipal prevê um conjunto de ações que busca melhorar a segurança pública na localidade por meio da prevenção primária. Um dos pilares da ação é o de instruir moradores a interagirem entre si e cuidarem da segurança uns dos outros. Com o Programa, os próprios moradores podem monitorar ações suspeitas no entorno de suas casas e de seus vizinhos e comunicá-las às autoridades mais rapidamente. 
De acordo com a PM, setembro foi o mês que a companhia de Arujá foi a que mais prendeu na área da Grande São Paulo.

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.


FOTOS


Guia de Anunciantes