29/05/2018

Alto Tietê: impactos da paralisação nos serviços públicos da região

Maioria das cidades suspende aulas nas escolas e em alguns municípios a coleta de lixo está comprometida

A direção do Condemat – Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê segue acompanhando os desdobramentos da paralisação dos caminhoneiros nas administrações municipais e os impactos nos serviços públicos.

Nesta segunda-feira, a maioria das cidades do Alto Tietê suspendeu as aulas na rede municipal de educação e duas delas – Biritiba Mirim e Santa Isabel – decretaram ponto facultativo.

Em algumas cidades, como é o caso de Biritiba Mirim e Salesópolis, a coleta de lixo está comprometida. Na maior parte dos municípios, porém, os serviços essenciais estão garantidos. Em Arujá, a programação de aniversário da cidade foi suspensa.

A orientação do Condemat é para que os municípios utilizem de meios legais, como decretos de emergência, para assegurar o abastecimento dos veículos dos serviços essenciais. A direção do consórcio também espera que a situação seja contornada o quanto antes.

“Os prejuízos só não serão maiores porque essa já é uma semana curta em razão do feriado, mas ainda assim a situação é crítica e exige o monitoramento em tempo integral dos prefeitos”, ressalta o presidente do Condemat, prefeito Rodrigo Ashiuchi.

Abaixo, um resumo da situação constatada nesta segunda-feira (28/05) nos 11 municípios do Alto Tietê:

 

Arujá

A Prefeitura decretou estado de emergência nesta segunda-feira, requisitou prioridade de abastecimento aos veículos oficiais nos postos de combustíveis particulares e suspendeu a programação de aniversário da cidade, que começaria na quarta-feira. Nos serviços públicos, a situação é a seguinte: Educação - as aulas estão suspensas nesta terça e quarta-feira; Saúde – as coletas de exames laboratoriais (sangue, urina, fezes e

papanicolau) estão suspensas por tempo indeterminado, também está suspenso o transporte de pacientes que fazem tratamentos em cidades distantes; Limpeza Pública – a coleta de lixo está garantida nesta terça, mas a limpeza pública terá redução; Transporte Coletivo – redução de 15% da frota nos horários de pico.

 

Biritiba Mirim

Ainda não decretou emergência, mas a medida está em avaliação no gabinete. As aulas estão suspensas nesta semana e a coleta de lixo está prejudicada porque o serviço de transbordo está interrompido. Vários departamentos estão com número reduzido de funcionários, já que muitos são de outras cidades e o transporte está comprometido. A Prefeitura decretou ponto facultativo na quarta-feira (30).

Ferraz de Vasconcelos

As aulas nas escolas municipais estão suspensas parcialmente no dia de hoje e totalmente nesta terça e quarta-feira. Os serviços essenciais estão funcionando normalmente, inclusive coleta de lixo.

 

Guararema

A Prefeitura de Guararema ajuizou um pedido de liminar na Justiça Comum pleiteando a garantia do abastecimento de combustível nos postos do município para manter os serviços essenciais à população, quais sejam, ambulâncias da Santa Casa, Prefeitura e SAMU, viaturas da Polícia Militar e Civil, caminhões da limpeza pública, veículos escolares, transporte público coletivo (ônibus) e transporte de pacientes para tratamentos contínuos em outras localidades. As aulas nas escolas municipais estão mantidas nesta terça-feira.

 

Guarulhos

Município está com decreto de estado de emergência. As aulas na rede municipal de ensino estão suspensas nesta terça e quarta-feira. A Prefeitura definirá amanhã se quarta-feira será ponto facultativo. A frota de ônibus está operando com redução de veículos nos horários de pico, o serviço de coleta de lixo começou a ser restabelecido hoje e o serviço funerário está realizando traslados de corpos apenas dentro dos limites de Guarulhos.

 

Itaquaquecetuba

A coleta de lixo e o transporte escolar estão suspensos na cidade. A Prefeitura também suspendeu as aulas nas escolas municipais nesta terça e quarta-feira.

 

Mogi das Cruzes

A cidade segue em estado de emergência. A Prefeitura tem combustível para uma semana de utilização de ambulâncias, viaturas da Guarda Municipal e transporte escolar, entre outros serviços fundamentais – veículos administrativos não estão sendo abastecidos. No transporte público, a redução é de 20% da frota nas linhas municipais e, nas intermunicipais, a Viação Jacareí tem redução de 30% na frota, Breda 30% e Radial 40%. Serviços de manutenção (como tapa-buracos) estão suspensos e foi recomendado economia no consumo de água. As aulas estão normais, com exceção da escola da Chácara Guanabara.

 

Poá

A prefeitura decretou situação de emergência pública, com obrigatoriedade para que os postos de combustíveis deem prioridade de abastecimento para veículos de serviços essenciais, como ambulâncias, Guarda Municipal, trânsito, serviços urbanos e educação.

 

Salesópolis

A Prefeitura suspendeu as aulas nesta terça e quarta-feira e não tem coleta de lixo em razão de dificuldades no transbordo. Está assegurado combustível para o atendimento das ambulâncias, com prioridade para o atendimento dos pacientes de oncologia e hemodiálise. A cidade está com baixo estoque de medicamentos, em razão do aumento de demanda de pacientes na Santa Casa local, já que o deslocamento para as unidades de saúde das cidades vizinhas está comprometido.

 

Santa Isabel

A Prefeitura decretou situação de emergência e deu ponto facultativo nesta terça e quarta-feira, o que significa a interrupção dos serviços públicos, com exceção dos essenciais como saúde e coleta de lixo. A administração municipal também requisita os estoques de combustíveis para os veículos que prestam esses serviços.

 

Suzano

O abastecimento de veículos oficiais e de serviços essenciais – Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, ônibus de transporte coletivo, caminhões de coleta de lixo e ambulâncias, tanto de emergência como de transporte de pacientes para tratamentos em outras cidades – foi feito hoje e deverá ser suficiente para os próximos dias. As aulas na rede municipal, no entanto, foram suspensas nesta terça-feira e na quarta já não aconteceriam, em razão de uma Parada Pedagógica com os educadores, a qual agora será feita por vídeoconferência em razão das dificuldades de deslocamento dos profissionais.

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.


FOTOS


Guia de Anunciantes