22/09/2016

Aconda faz sabatina com candidatos a prefeito e vice

Aconda faz sabatina com candidatos a prefeito e vice

 

 

A Aconda (Associação dos Condomínios Horizontais de Arujá), convidou os candidatos a prefeito e os vice-prefeito em suas respectivas chapas para que pudessem falar sobre temas que interessam aos condôminos, bem como a todos os moradores do município.

O encontro foi realizado no salão de festas do Arujá 5, na quarta-feira, 21, ocasião em que se fizeram presentes representantes dos condomínios filiados a entidade: Arujazinho I-II-III, Arujazinho IV, Arujá 5, Arujá Country Club, Arujá Hills I-II, Arujá Hills III, Real Parque Arujá e Arujá Verdes Lagos. Lembrando que estes residenciais juntos somam cerca de 18 mil moradores.

 

Compuseram a mesa o presidente interino da Aconda, Cássio Rogério Kineipe da Costa e a presidente da Unicon (União de Condôminos), Denise Medeiros.

Com horários pré-estabelecidos, os candidatos puderam responder as perguntas que previamente haviam  recebido. Separadamente cada um teve 20 minutos para responder as questões:   

 

Perguntas iguais para todos os Candidatos

1 - Os residenciais não possuem tratamento de esgoto e o novo cronograma da SABESP aponta uma previsão de inicio de trabalhos no segundo semestre de 2016 e término no primeiro semestre de 2017. Como já ocorreram várias prorrogações por parte do Estado, e caso a conclusão não ocorra no primeiro semestre de 2017, qual a sua posição para solução deste item e, qual prazo previsto?

2 - Alguns munícipes sofrem com a bitributação de IPTU por parte e Arujá e Itaquá, e muitas vezes se surpreendem por estarem com dividas, execuções, etc. Qual a proposta do candidato para solução desse tema?

3 - Alguns dos nossos residenciais recebem o IPTU de áreas comuns, áreas de lazer e áreas verdes com valores bem altos, qual a proposta do candidato para redução desses valores?

4-  Nossos residenciais tem uma grande força tarefa internamente na área da segurança. Gostaríamos de saber do candidato se pretende implantar um sistema de monitoramento em torno dos residenciais e também na cidade,  ou se possui outra solução para de forma eficaz implantar, e qual o prazo?

5. Sobre as demandas de troca de lâmpadas nas vias e o serviço de recapeamento asfáltico nos residenciais, qual a posição do candidato para solucionar esses temas de forma eficaz e qual o prazo?

 

Resposta de cada um dos candidatos

O primeiro candidato a responder foi Wilson Ferreira

O candidato Wilson Ferreia, é advogado, procurador público e atual vereador do município. No encontro ele se fez acompanhar pelo candidato a vice-prefeito, José Sidney Shaide, vereador afastado de suas funções.

 
Wilson - Esgotamento sanitário

Sobre a questão do esgotamento sanitário, o candidato Wilson ponderou que o trato com o Governo do Estado não deve ser feito com base na amizade e sim na forma de gestão. Lembrou que o vice-governador, Marcio França é do seu partido (PSB) e que, através dele tentará equacionar a questão, se mesmo assim o efeito não for positivo, acionará o Poder Judiciário, pois, sem o esgotamento é fato que há a contaminação do lençol freático e isso não pode continuar.

 

Wilson - Divisa de Arujá e Itaquá

Destacando que tudo começou quando era prefeito da Itaquá, o ex-prefeito de Arujá Toninho da Pamonha, Wilson frisou que conhece bem a questão por ser procurador concursado da Prefeitura de Itaquaquecetuba, tendo solicitado para não atuar na causa, haja vista ser vereador em Arujá. Ponderou que realmente é preciso encontrar um meio de resolver esta demanda,  citando a necessidade de ouvir os moradores para saber se é do interesse deles resolver a questão. Em sendo do interesse dos moradores, se propõe a ajudar.

 

Wilson - IPTU de áreas Verdes, comuns e de lazer

O candidato observou que será preciso identificar o que é área pública e o que não é área pública dentro dos residenciais. Frisou que, se as áreas são públicas não deveriam estar sendo tributadas. Assim, compromete-se de fazer a identificação e, se as áreas são realmente públicas, não serão tributadas.

 

Wilson - Segurança

Falando sobre monitoramento e segurança pública, o candidato destacou que para fazer um sistema de monitoramento que funcione não se pode trabalhar com achismo. É preciso contratar um técnico da área para que desenvolva um trabalho eficiente. Ponderou que deverá fazer um sistema casado com o Departamento de Trânsito do município, a qual possui recursos para fazer o monitoramento dos veículos. Assim, poderá ser feito um link do Departamento de Trânsito com os agentes de segurança pública para que acompanhem os fatos que envolvem a criminalidade.

 

Iluminação Pública e pavimento asfáltico

Sobre a questão que envolve troca de lâmpadas, o candidato ratificou que isso realmente é atribuição da Prefeitura, pois arrecada para este fim através da taxa cobrada nas contas de energia. Observou que pretende substituir as lâmpadas ora utilizadas por lâmpadas de led para fazer economia na conta e melhorar a iluminação. Sobre o pavimento disse que será preciso pactuar com clareza o que é de responsabilidade do condomínio e o que é de responsabilidade da Prefeitura e, o que for responsabilidade do Poder Público, será feito.

 

O segundo candidato a responder foi Luis Camargo

O candidato Luis Camargo, que é advogado e professor universitário, se fez acompanhar pelo presidente da Associação Comercial e Empresarial de Arujá, João Romão.

 

Luis Camargo - Esgotamento sanitário

O candidato iniciou sua resposta lembrando que a Sabesp não é uma empresa séria. Relatou que tem andado em todos os recantos do município e pode testemunhar que existem muitos bairros que não contam sequer com o fornecimento de água potável. Observou que a Prefeitura foi omissa no tocante ao esgotamento sanitário dos condomínios, criticando o relacionamento do Governo Municipal com o Governo Estadual (Sabesp). Garantiu que exigirá o cumprimento do contrato firmado entre a empresa a municipalidade através das vias judiciais, acionando o Ministério Público.

 

Luis Camargo - Divisa de Arujá e Itaquá

O Candidato ponderou que faltou atuação de Arujá no transcorrer deste processo. Destacou que desembargadores ponderam que se o Registro dos Imóveis são feitos em Arujá, os imóveis devem ser tributados por Arujá. Lembrou que as ações demarcatórias não irão resolver o caso, pois os marços são fictícios. Pondera que será preciso contratar o trabalho de um técnico especialista neste âmbito para que se possa ter um parecer mais preciso, sendo necessária uma ação mais pró-ativa por parte de Arujá, citando que um Processo Piloto pode resolver a questão.

 

Luis Camargo - IPTU de áreas Verdes, comuns e de lazer

Com relação ao IPTU das áreas verdes, comuns e de lazer dentro dos condomínios, Luis Camargo lembrou que já existe um trabalho, feito pelo vereador Marcio Oliveira que versa sobre esta solicitação dos condomínios. Lembrou também, que, no passado houve posicionamentos diferentes dos que existem na atualidade por parte de condôminos, citando até nome de um antigo morador que entendia serem necessárias tais cobranças. Observou, no entanto, que havendo o entendimento de as taxas cobradas não são devidas, é preciso que quando o condomínio receba a cobrança faça uso de seu direito de impugnar o valor da cobrança, para isso tem 30 dias a partir do recebimento.

 

Luis Camargo - Segurança

Ao falar sobre segurança pública e monitoramento eletrônico, o candidato lembrou que, no ano de 2012, por intercessão do deputado federal, Pastor Roberto de Lucena, o município foi aquinhoado pelo Ministério da Ciência e Tecnologia com verbas no montante de R$ 1.000.000,00 para aplicação em monitoramento eletrônico. A verba, no entanto, foi perdida por falta de projeto para aplicação. Luis garantiu que irá preparar o projeto para reaver esta verba, com a qual pretende desenvolver um trabalho integrando a Polícia Militar, a Polícia Civil e a Guarda Municipal.

 

Luis Camargo - Iluminação Pública e pavimento asfáltico

Falando sobre a iluminação Pública Camargo ponderou que realmente cabe ao município assumir a responsabilidade no tocante a troca de lâmpadas. Com relação ao pavimento asfáltico, lembrou que a Prefeitura optou por vender uma usina asfáltica que possuía, mas, ponderou que é preciso averiguar o que é necessário fazer para poder pactuar.

 

O terceiro candidato a responder foi Marcio Oliveira, candidato a vice-prefeito na chapa de José Luiz Monteiro

Marcio Oliveira, é advogado e atual vereador do município. No encontro ele se fez acompanhar pelo assessor da Coligação que representa, Lairton Esteves.

 

Marcio Oliveira - Esgotamento sanitário

Ao falar sobre a questão do esgotamento sanitário, Marcio Oliveira lembrou que Arujá tem 70% de esgoto coletado. Frisou que o atraso no cronograma de obras da Sabesp, no tocante ao esgotamento sanitário, prende-se a necessidade que a empresa teve de realocar recursos para fazer obras necessárias para resolver a crise hídrica ocorrida no Estado de São Paulo. Frisou, no entanto, que a partir de 1º de janeiro vai cobrar a Sabesp para que a empresa cumpra o cronograma estabelecido. Lembrou também que existe um TAC (Termo de Ajuste de Conduta) estabelecido pelo Ministério Público para que o serviço seja feito.

 

Marcio Oliveira - Divisa de Arujá e Itaquá

No tocante a questão de bitributação, envolvendo a Prefeitura de Arujá e de Itaquaquecetuba em cerca de mil lotes que ficam na dividas dos dois municípios, Marcio Oliveira observou que será preciso promover um acordo entre as duas prefeituras para suspender a duplicidade de lançamento. Frisou que, após o acordo ser feito, para não caracterizar renúncia de receita, o acordo deve ser homologado pelo Poder Judiciário.

 

Marcio Oliveira - IPTU de áreas Verdes, comuns e de lazer

Sobre a questão do IPTU cobrado das áreas verdes, comuns e de lazer nos condomínios, Marcio ponderou que será necessário fazer uma revisão da Planta Genérica de Valores. Frisou que, como vereador, presidiu audiências Públicas que visavam a implantação do IPTU Verde no Município, buscando fazer justiça com a preservação de áreas verdes e projetos voltados a preservação ambiental. Lembrou que este é um compromisso.

 

Marcio Oliveira - Segurança

Destacando que o Estado é detentor do serviço de segurança, Marcio disse que há um compromisso de melhorar a qualidade no monitoramento já existente no município, integrando a Polícia Militar, a Polícia Civil e a Guarda Municipal. Falou sobre a necessidade de construir portais na cidade e, lembrou que precisa implantar o sistema detecta, conforme audiência que teve com o Secretário e Segurança Pública (enquanto estava no posto de Presidente da Aconda).

 

Marcio Oliveira - Iluminação Pública e pavimento asfáltico

Respondendo a questão que versa sobre iluminação pública, Marcio Oliveira ratificou que cabe a Prefeitura de Arujá fazer o trabalho de troca de lâmpadas. Sobre o pavimento asfáltico dentro dos residenciais frisou que haverá um trabalho em parceria no qual a Prefeitura entrará com a mão de obra para fazer os trabalhos, ficando o condomínio responsável pelo material necessário. O candidato lembrou que no projeto de governo da chapa está previsto a implantação do ISSO 9000 o que garantirá excelência no atendimento aos munícipes.

 

O quarto candidato a responder foi Genésio Severino da Silva

Genésio é engenheiro civil, já foi prefeito em Arujá e secretário de obras e serviços outros municípios. Ele se fez acompanhar pela vice-prefeito em sua chapa, Marcio Batista.

 

Genésio - Esgotamento sanitário

Genésio respondeu a pergunta sobre esgotamento sanitário lembrando seu conhecimento na área por ter trabalhado em diversas obras realizadas pela Sabesp em São Paulo. Frisou que vai intervir junto a empresa para que o cronograma seja cumprido , pois elas vão atender diversos bairros desta região da cidade: Jardim Fazenda Rincão, Jardim Via Dutra, Limoeiro, Parque Nossa Senhora do Carmo, Vila Pedroso, além dos condomínios.

 

Genésio - Divisa de Arujá e Itaquá

No tocante a bitributação que envolve as divisas entre Arujá e Itaquá, Genésio posicionou que, em 1982 se tentou fazer um plebiscito buscando resolver a questão, porém, não houve êxito na tentativa. Posicionou que será necessário fazer um acordo entre as duas prefeituras e as Câmaras Municipais para que os proprietários de imóveis não fiquem indefinidamente sendo prejudicados por esta questão demarcatória.

 

Genésio - IPTU de áreas Verdes, comuns e de lazer

O candidato disse que não é justo a cobrança de IPTU das citadas áreas. Frisou que deverá contratar técnicos da área para buscar uma solução para este caso.

 

Genésio – Segurança

Falando sobre segurança Genésio destacou que realmente o número de furtos e roubos no município está muito alto. Falou que é preciso motivar os policiais (PM) a querer trabalhar na cidade lembrando que quando prefeito concedeu um pró-labore aos que atuam em Arujá, que o valor atualmente está muito defasado e que vai aumentar. Falou sobre o estado precário das viaturas da GM (compradas em sua gestão), assim como os equipamentos, a exemplo dos coletes a prova de bala. Frisou que é preciso investir na GM para elevar a moral da tropa e motivá-los. Genésio falou sobre a construção de portais na cidade, sendo construído, em um deles, a sede da Polícia Militar. Os partais, construídos nas vias que ligam Arujá aos municípios vizinhos contarão com radares inteligentes para detectar se os veículos que adentram na cidade estão de acordo com a lei.

 

Genésio - Iluminação Pública e pavimento asfáltico

O candidato ratificou que a manutenção da iluminação pública realmente é da competência da Prefeitura, portanto, cabe a ela fazer a troca das lâmpadas. Ele também posicionou que em busca de economia de energia e melhor qualidade da iluminação deverá trocar as lâmpadas atuais por lâmpadas de led. Sobre a questão de pavimento, lembrou que, quando foi prefeito de Arujá (2004 à 2008) sempre atuou em parceria com os condomínios e, assim o fará se eleito em 02 de outubro.

 

Gíl do Gás não compareceu

Como Arujá conta com cinco candidatos a prefeito na eleição 2016, e temos apenas quatro deles se posicionando, fica esclarecido que o candidato Gil do Gás não compareceu para responder as questões propostas pela Aconda. 

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.


FOTOS


Guia de Anunciantes