Arujá ganha pontos de entrega voluntária para coleta de vidro

Styllus Super Center e o estacionamento Station Park, na Vila Gastronômica, agora têm PEVs para coleta de vidro; quatro condomínios também ganharam pontos de entrega voluntári

A cidade de Arujá conta agora com seis Pontos de Entrega Voluntária (PEVs) para coleta de vidro. A iniciativa, que garante que as embalagens de vidro pós-consumo possam ser coletadas e recicladas da forma correta, sem serem descartadas no meio ambiente, é da MassFix, prestadora de serviços de coleta, separação e processamento de cacos de vidros oco/embalagens, planos e laminados que fornece matéria-prima para produção de novos produtos em vidro.
Os PEVs estão localizados no Styllus Super Center e no estacionamento Station Park da Vila Gastronômica e são abertos a toda a comunidade. Nestes PEVs podem ser entregues vidros planos e vidros de embalagens (confira nesta matéria como separá-los corretamente). Outros pontos foram instalados nos condomínios Arujazinho IV, Arujá Country Club, Arujá Lagos Residencial e Loteamento Arujá 5, mas são apenas para uso dos condôminos.
Para Vitor Lovrenovic, da rede de estacionamentos Station Park, a iniciativa é muito bacana. “Este projeto está alinhado com uma necessidade global de cuidar do Meio Ambiente, uma necessidade do ser humano. Nós temos que cuidar do mundo para sobreviver, e dar um destino correto para essa embalagem que não será descarta de forma errada”, disse. 

Tipos de vidro e como separá-los para entrega no PEV
Vidros de embalagens (ocos) - São as garrafas, potes, vidros de perfume e similares. Para entregar no PEV, retire as tampas das garrafas e potes (as tampas de plástico e metal devem ser entregues para coleta seletiva). 
Vidros planos - São aqueles empregados na construção civil, em vidraçarias, distribuidores e em indústrias, como a automobilística, de janelas, box e móveis. Para entregar no PEV, separe o vidro da madeira e/ou alumínio e dos restos de obras, como cimento, argamassa, pedaços de tijolos e pedras. No caso de para-brisas, retire as borrachas e outras peças.
Nunca misture porcelanas, louças, cerâmicas e similares, pois esses materiais não são reciclados.

Benefícios da reciclagem do vidro
Usar cacos de vidro nos fornos de produção de novas garrafas e potes traz grandes benefícios ambientais, entre eles a redução do consumo de recursos naturais, como areia, barrilha e calcário. Além disso, reciclar vidro é mais econômico do que produzir vidro a partir de matérias-primas virgens, pois demanda menos energia no processo de fusão, e também reduz a emissão de CO2.
O vidro é 100% reciclável, infinitamente, seja fundindo-o com uma parte de matéria-prima virgem, seja fundindo somente com cacos de vidro. O material apresenta excelente desempenho no processo de reciclagem, sem perda nenhuma de volume. Com um quilo de cacos de vidro pode-se fazer um quilo de vidro novo.

Endereços dos PEVs 
Styllus Super Center

Rua Major Benjamin Franco, 555, Jardim Vitória

Vila Gastronômica
Rua Jurandir Sanches Maiolino, 135, Caputera (no estacionamento Station Park)

COLUNISTAS

Comente esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

FOTOS

Arujá ganha pontos de entrega voluntária para coleta

1

PM descobre estufa de maconha com mais de 20m²

3

Ana Poli é a candidata à prefeita pela coligação Somos Todos

5

Guia de Anunciantes